CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Guia da hidratação capilar caseira

Especialista indica ingredientes naturais e dá passo a passo de cuidados com os fios

Por Ana Luiza Cardoso Atualizado em 30 jun 2022, 12h49 - Publicado em 1 jul 2022, 08h31

Processo perfeito para um momento de autocuidado, a hidratação capilar pode ser feita facilmente em casa, ajustada em sua rotina, e de forma muito mais econômica quando comparada a ida ao salão. 

No geral, vale fazer hidratação pelo menos uma vez ao mês, para manutenção e evitar danos aos cabelos. Mas, se os seus fios estiverem danificados, muito ressecados, essa frequência pode aumentar para uma ou duas vezes por semana, como indica Fabiane Brenner, dermatologista e coordenadora do Departamento de Cabelos e Unhas da Sociedade Brasileira de Dermatologia.

mulher de cabelos crespos
Óleos ajudam a proteger e hidratar os fios. Prostock-Studio/Getty Images

Óleos naturais: seus grandes aliados

Segundo a especialista, óleos naturais, como de amêndoas ou de coco, podem ser usados nas pontas do cabelo. Ela diz para passar o produto no comprimento dos fios e deixa-lo por pelo menos 30 minutos. Depois, é só lavar o cabelo, com xampu e condicionador, normalmente. 

Entre outros ingredientes naturais, há opção de mel e abacate, por exemplo, mas esses cuidados não se mostram tão eficientes quando comparados a máscaras industrializadas, aquelas que compramos no mercado e farmácia. 

Continua após a publicidade

“Esses produtos caseiros têm limitações, muitos funcionam até certo ponto, não vão oferecer uma hidratação profunda como o [creme] comercial, que é desenvolvido com tecnologia que não tem casa”, ressalta a médica. 

“Os óleos hidratam superficialmente, mas protegem os fios de sabões e xampus desengordurantes”, disse. 

Usando o creme hidratante

Para quem deseja usar produtos industrializados, a especialista sugere o uso de creme hidratante sobre o cabelo seco mesmo, por 30 minutos, antes do banho. Depois, no banho, aplique o pré-xampu e xampu, no couro cabeludo, e o condicionador apenas nas pontas. Por fim, pode passar um leave-in nas pontas. 

“Ele tem uma capacidade de proteger o cabelo sem deixar pesado e muitas vezes tem também o protetor térmico em sua fórmula”, disse. 

Em casos de danos extremos, não tem jeito, é preciso buscar ajuda profissional. Em um consultório, o especialista poderá avaliar os danos causados aos fios e  buscar alternativas especializadas para a sua reparação, como tratamentos de hidratação mais profunda. 

Continua após a publicidade

Publicidade