Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Gisele conta que sofreu ataque do pânico: “Tudo eu achava que ia morrer”

Modelo brasileira participou do programa Caldeirão deste sábado, 15

Por Da Redação - Atualizado em 18 fev 2020, 12h21 - Publicado em 15 dez 2018, 17h12

Gisele Bündchen foi uma das participações do programa Caldeirão deste sábado, 15. Durante a ocasião, a modelo brasileira contou ao apresentador Luciano Huck que passou por problemas psicológicos durante sua carreira.

Aos 23 anos, a übermodel já havia conquistado uma posição de destaque na carreira e se considerava uma pessoa positiva. Mas a ascensão rápida que teve no mundo da moda desencadeou uma crise de ansiedade na top model:

“Eu tive um ataque de pânico que durou na verdade uns nove meses. Tudo eu achava que ia morrer“, contou Gisele durante a entrevista a Luciano.

Além disso, Gisele revelou que foi através de seu livro recém-lançado, “Aprendizados – Minha Caminhada Para Uma Vida Com Mais Significado”, que seus pais descobriram sobre a situação pela qual passou.

Continua após a publicidade
A modelo se emocionou durante o programa Divulgação/Rede Globo

“O pai, quando ele leu, mandou uma mensagem falando: ‘Eu não sabia que isso tava acontecendo contigo, me desculpa’. A mãe também estava toda emocionada, chorando, e eu falei: ‘Mãe, por favor, eu tinha que ter passado por isso'”, relatou a modelo.

Ela falou ainda sobre outro momento que a marcou na juventude, contando que sofreu bullying na escola por conta da sua aparência. “Eu sofria bullying na escola, eu era Olívia Palito, saracura… Porque eu era muito magra e tinha 1,78 m com 13 anos. Jogava vôlei e ficava um camarão quando eu jogava, então eu também era ‘camarão'”, disse Gisele.

Leia também: Filho de Gisele já tem 8 anos (!) e ela faz homenagem; veja

+ Gisele Bündchen posa em clique fofo com filha de Mica Rocha

Publicidade