Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Dia da Gratidão: como driblar inimigos da mente e ser mais feliz (e grata)

Autora do livro O Poder dos Mantras dá dicas de como espantar a negatividade e estimular a gratidão

Por Nathalie Oliveira 6 jan 2021, 10h00

A gratidão, celebrada nesta quarta-feira (6), é muitas vezes confundida com o simples ato de agradecer em relações corriqueiras de troca, segundo a coach Hávini Sá, autora do livro O Poder dos Mantras. Em conversa com CLAUDIA, ela afirma que o sentido de gratidão vai bem mais além: é um sentimento profundo direcionado ao milagre da existência.

“Devemos ser gratos pela vida e, para nascer precisamos dos nossos genitores que, presentes ou ausentes, são a razão de nossa existência”, diz. Atacar e criticar seus pais é ofender a si mesmo. “Pais e mães biológicos têm papel fundamental pela vida, quando você os aceita é o mesmo que dizer sim para seu nascimento”, explica.

Para quem ainda não encontra abertura mental para esse sentimento, a sugestão da especialista é começar a praticar o perdão, “pai da gratidão”. A repetição de sons e palavras positivas é a chave que abrir seu coração para que ele transborde de gratidão, segundo Hávini.

Além da ingratidão, ela afirma que os piores inimigos dos bons pensamentos são a reclamação, julgamento, negatividade e inveja. E eles, quando descontrolados, podem ser cruéis com a nossa mente. No livro, ela explica que pensamentos negativos respondem por uma média de 80% do autodiálogo, ou seja tomam boa parte das nossas conversas internas.

A resposta eficaz é criar o hábito. Repetir mantras e palavras positivas tem alto poder de cura para mentes inundadas de negatividade, garante a autora. “Mantras destroem esses sentimentos e ações que não nos fazem bem”, diz a especialista.

Se você não sabe por onde começar, que tal praticar O ho’oponopono, que é um poderoso mantra de origem havaiana voltado para reconciliação e perdão. No Youtube há diversas versões, esta é apenas uma delas:

Continua após a publicidade

  •  

     

     

     

     

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade