CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Desde 2021 o consumo de produtos sustentáveis mais que dobrou no Brasil

Pesquisa aponta que para 91% dos brasileiros a situação ambiental é muito preocupante

Por Sarah Catherine Seles 26 jul 2022, 09h20

Uma pesquisa inédita realizada pelo Mercado Livre aponta um aumento no consumo de produtos sustentáveis, ou seja, aqueles que promovem a redução de impactos no meio ambiente e/ou a geração de benefícios socioambientais. Entre abril de 2021 e março de 2022, os dados coletados na plataforma indicam que o consumo destes itens dobrou no Brasil, Argentina, Chile, Colômbia, México e Uruguai.

O estudo, chamado “Tendências de consumo online com impacto positivo”, mostra que o Brasil corresponde a 40% desse mercado, cujo crescimento das vendas foi duas vezes maior em relação ao último levantamento. Além disso, os compradores brasileiros da categoria correspondem a 53%, o que significa um crescimento de mais de 123% em relação à pesquisa anterior, mostrando a grande expansão desses produtos.

Os itens selecionados pela plataforma são aqueles que geram redução de resíduos, produtos reutilizáveis, com material reciclado, composteiras e eletrônicos recondicionados. Os que têm uma produção responsável também foram incluídos e são aqueles com certificações de sustentabilidade (orgânica, de comércio justo, vegana, Empresa B, Origens Brasil, etc.), da sociobiodiversidade e os que são feitos ou comercializados por organizações do Programa Mercado Livre Solidário. Além disso, a eficiência energética e baixa emissão de CO2 também é levada em consideração na seleção.

Desde 2020, quando o estudo passou a ser produzido, é possível observar que no país o crescimento acumulado supera os 45%. Ao analisar o comportamento de compra na região, para mais de 380 mil usuários, a primeira compra na plataforma foi de um produto sustentável, sendo 48% deles no Brasil. Ao todo, o número de empreendedores e marcas que oferecem produtos de impacto positivo atingiu 63 mil e 38% deles se encontram em solo brasileiro.

“Queremos oferecer em um só lugar o maior número possível de produtos sustentáveis, facilitando o processo de compra dos consumidores e promovendo uma visão mais comprometida e abrangente para o planeta e para as pessoas. Estamos conscientes de que as decisões de hoje irão determinar o amanhã, por isso a nossa seção de produtos sustentáveis procura expandir ainda mais a sua variedade e alcance, ao mesmo tempo que continua impulsionando negócios de impacto”, destaca Laura Motta, gerente sênior de Sustentabilidade do Mercado Livre no Brasil.

“Estamos convencidos de que um futuro melhor começa quando trabalhamos em conjunto com empreendedores de triplo impacto e com os nossos usuários”, completa.

Produtos mais vendidos e buscados

Os 10 produtos mais vendidos no período foram: lâmpada LED, purificador de água, bicicleta, aparelho de ar condicionado com eficiência energética (A ou mais), máquina de lavar e secadora de roupas com eficiência energética, garrafa reutilizável, micro-ondas com eficiência energética, cápsula de café recarregável, geladeira com eficiência energética e coletor menstrual.

Continua após a publicidade

A pesquisa também aponta que os termos mais buscados no Mercado Livre foram bicicleta, garrafa térmica, lâmpada solar, copo menstrual, fralda ecológica, carro híbrido, escova de bambu, cápsula reutilizável, composteira doméstica e horta vertical. As categorias buscadas que mais cresceram no país foram purificador de água (82%), garrafa térmica (75%) e fralda ecológica (53%).

A composição e a qualidade dos produtos são os fatores mais valorizados pelos consumidores no momento da escolha entre  itens sustentáveis e comuns. No Brasil, se destacam produtos feitos com material reciclado, com embalagem reciclável e durabilidade.

Perfil do consumidor

Em abril deste ano, uma pesquisa adicional, realizada com mais de 3.800 usuários da plataforma, mostrou que 32% dos consumidores brasileiros da categoria sustentável tem entre 35 e 44 anos. Já os consumidores acima de 55 anos representam 32% dos compradores.

Entre os países incluídos no levantamento, o Brasil representa 25% das respostas dos consumidores da região, sendo que 91% deles concordaram que “a atual situação ambiental é muito preocupante” devido a fatores como o aquecimento global, contaminação e escassez de água.

Seção de produtos sustentáveis

Em 2019 a seção de Produtos Sustentáveis foi criada como resultado da campanha anual voltada para essa categoria do Mercado Livre. No site, é disponibilizado aos consumidores uma oferta de produtos com impacto positivo da América Latina, com curadoria permanente. Ao todo, são cerca de 30 categorias e mais de 143 milhões de produtos disponíveis. 

Os itens promovem a redução de resíduos, produzidos de maneira responsável ou com eficiência energética e baixa emissão de CO2. São itens que ainda geram renda para ONGs e instituições, e visibilidade e oportunidade para milhares de empreendedores.

Além disso, o Mercado Livre trabalha para o desenvolvimento de empreendedores de impacto na região, desenvolvendo diversas parcerias, como aquelas com o Sistema B e com o Movimento Amazônia em Casa Floresta em Pé. A estratégia de Sustentabilidade tem três focos principais de atuação: o desenvolvimento de empreendedores mirando a inclusão digital, comercial e financeira; o empoderamento das comunidades onde a empresa opera por meio de programas de educação e tecnologia; e a redução dos impactos ambientais a partir da medição da pegada de carbono e da regeneração e conservação dos biomas.

Continua após a publicidade

Publicidade