Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Filhos ganham e perdem peso junto com a mãe, diz pesquisa

Pesquisa aponta ainda que peso do pai não tem o mesmo reflexo nas crianças

Por Da Redação
26 nov 2018, 14h59

Crianças refletem os ganho e perda de peso de suas mães, mas não dos pais, descobriu uma pesquisa.

Uma equipe da Universidade Norueguesa de Ciência e Tecnologia em Trondheim examinou os níveis de atividade de 4.400 crianças e seus pais ao longo de 11 anos para descobrir se havia alguma conexão entre seus pesos. 

Eles descobriram que, se uma mãe perdesse peso, seus filhos também perdiam.

A estudante de doutorado Marit Næss afirma que “os pais têm um grande impacto na saúde e no estilo de vida de seus filhos. Comportamentos que levam à obesidade são facilmente transferidos de pais para filhos”.

Mas o estudo aponta em especial a relação dos filhos com a mãe. “Mães cujos níveis de atividade diminuem à medida que seus filhos estão crescendo estão vinculadas a crianças com IMC (índice de massa corporal) mais alto na adolescência”, afirma a pesquisadora.

Continua após a publicidade

A pesquisa não encontrou nenhuma ligação significativa entre o peso de uma criança e as perdas e ganhos de peso do pai.

Explicação

Os pesquisadores acreditam que a disparidade se deve ao fato de as mães serem as principais responsáveis ​​pelo planejamento das atividades e pela escolha de alimentos.

A equipe descobriu que as mães cujos níveis de atividade diminuíram à medida que seus filhos cresciam tiveram adolescentes com IMCs maiores do que aqueles que mantiveram um peso saudável. Mas quando foram os pais que mudaram seus níveis de atividade, não houve diferença.

No entanto, eles não encontraram nenhum relacionamento quando os pais perderam muito peso. Esse tipo de mudança de peso é frequentemente associado a doenças ou dietas mais extensas que não envolvem outras pessoas da família.

Continua após a publicidade

A escolaridade da família também pode interferir. “Em média, o IMC é menor em famílias com ensino superior em comparação com famílias com menos educação”, disse a pesquisadora Kirsti Kvaloy. “Mas a redução do peso materno parece exercer maior influência sobre o IMC das crianças em famílias com ensino superior”.

Leia maisParacetamol durante gravidez pode aumentar risco de autismo no bebê

Tela de celular pode prejudicar inteligência das crianças

Siga CLAUDIA no Instagram

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.