Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Sem aglomeração, festa de Réveillon no RJ em 2020 é cancelada

A decisão foi tomada pela ausência de vacina para toda a população até a data

Por Da Redação - Atualizado em 25 jul 2020, 13h12 - Publicado em 25 jul 2020, 12h58

A Prefeitura do Rio de Janeiro anunciou neste sábado que a festa de Réveillon deste ano está cancelada por conta da pandemia do novo coronavírus. A informação foi divulgada pela Riotur, empresa de turismo da Capital Fluminense, segundo o G1. Na virada deste ano, as areias de Copacabana receberam quase 3 milhões de pessoas na tradicional queima de fogos.

O motivo pelo cancelamento foi a incerteza em relação à proteção dos cidadãos até lá. Para a prefeitura, a festa “não é viável neste cenário de pandemia, sem a existência de uma vacina”. Vale ressaltar que o governo carioca ainda enfrenta um cenário difícil com as mortes e internações causadas pela Covid.

Porém, a decisão não implica na falta de celebração da data. De acordo com a Riotur, “o Réveillon não é um evento rígido e ele pode acontecer de diversas formas, que não apenas reunindo 3 milhões de pessoas na Praia de Copacabana”, apontou a empresa. A saída seria recorrer a uma versão digital e televisiva da virada do ano. “Sem presença direta de público, em um modelo virtual, onde poderemos atingir o público pela TV e pelas plataformas digitais”, afirmaram.

Em breve, uma nova proposta para comemorar o Ano Novo será apresentada ao prefeito Marcelo Crivella. Ainda segundo a Riotur, os gastos da festa será arcado pela iniciativa privada, já que o sistema público precisa voltar seus recursos para a área da saúde.

Continua após a publicidade

Nesta sexta-feira (24), a prefeitura de São Paulo também cancelou sua tradicional festa de Réveillon, que acontece na Avenida Paulista, e a Parada do Orgulho LGBT+, que tinha sido adiada para novembro. Já o Carnaval foi previsto para o mês de maio.

Publicidade