Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Parada LGBT+ 2020 é oficialmente cancelada em São Paulo

A notícia foi dada pelo prefeito da cidade, Bruno Covas, que também anunciou o adiamento do Carnaval 2021

Por Da Redação - Atualizado em 16 set 2020, 11h39 - Publicado em 24 jul 2020, 16h55

Nesta sexta-feira (24), o prefeito Bruno Covas anunciou modificações importantes na agenda cultural da cidade de São Paulo. Como já era de se esperar, eventos que geram aglomeração não irão acontecer por um bom tempo.

A Parada LGBT+, que ocorre todos os anos em junho, já havia sido adiada e agora está oficialmente cancelada. O evento havia sido transferido para o dia 29 de novembro e ganhou uma versão virtual, que aconteceu no dia 14 de junho – data original da Parada este ano.

Covas também anunciou o cancelamento da Marcha para Jesus. Marcada originalmente para o dia 13 de junho, ela acabou sendo realizada por meio de uma carreata e deveria acontecer da maneira tradicional – com as pessoas a pé – em 2 de novembro. 

Outro grande evento que já havia sido cancelado é a tradicional festa de réveillon na Avenida Paulista. O anúncio da suspensão do evento foi feito na semana passada, em 17 de julho.

Ainda nesta sexta, Covas anunciou que o Carnaval de 2021 não irá acontecer em fevereiro. O prefeito disse que tanto as escolas de samba quanto os organizadores de blocos de rua concordam com a inviabilidade das atividades em fevereiro. Ainda não há uma nova data definida e, sendo Covas, isso será debatido com outras cidades. Segundo ele, as festividades não irão acontecer antes de maio do ano que vem.

Continua após a publicidade
Publicidade