Prêmio Brasileirão: CBF prestigia mesma quantidade de mulheres e homens

Pela primeira vez, a entidade premiou, em categorias idênticas, que se destacaram no campeonato em 2019

Pela primeira vez, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) premiou, de forma igual, jogadores mulheres e homens que foram destaques na série A do Campeonato Brasileiro. Na segunda-feira (9), a entidade realizou o Prêmio Brasileirão 2019, no Pier Mauá, zona portuária do Rio de Janeiro, e entregou prêmios para 11 jogadoras de diferentes times e para a técnica da Ferroviária, campeã brasileira.

Sob comando dos atores Taís Araújo e Lázaro Ramos, a celebração marcou o fim da temporada do futebol brasileiro, reunindo mais de 700 convidados. Antes de anunciar os vencedores, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, parabenizou a equipe feminina da Ferroviária e do Corinthians.

“Depois da Copa do Mundo na França, colocamos mulheres no comando do futebol feminino e multiplicamos as competições femininas. Quero cumprimentar a Ferroviária, campeã brasileira, e dar os parabéns ao Corinthians, campeão da Libertadores”, disse.

Foram premiadas as melhores jogadoras por posição, os melhores técnicos, as maiores revelações, craques do Brasileirão e os gols mais bonitos. Veja, abaixo, as vencedoras:

  • Luciana – goleira – Ferroviária
  • Fabiana – lateral-direita – Internacional
  • Pardal – zagueira – Corinthians
  • Érica – zagueira – Corinthians
  • Tamires – lateral-esquerda – Corinthians
  • Aline Milene – volante – Ferroviária
  • Maglia – volante – Ferroviária
  • Gabi Zanotti – meia – Corinthians
  • Victoria – meia – Corinthians
  • Millene– atacante – Corinthians
  • Glaucia– atacante – Santos
  • Tatiele Silveira – técnica – Ferroviária

“Estou muito feliz, lembro de toda a luta, do quão foi difícil, mas tudo é possível quando se sonha e se tem fé em Deus. Sou grata por tudo que passei, por ter uma família que me apoiou. Gratidão a Deus por me capacitar para fazer o que mais amo. Prêmio que compartilho com minhas companheiras de clube, comissão técnica e minha família”, declarou Millene, do Corinthians, em discurso ao receber o prêmio de melhor atacante.

Além disso, Larissa, do Flamengo, foi eleita Craque da Galera por votação popular e o time feminino do Corinthians recebeu o prêmio de equipe com o menor número de faltas, cartões e expulsões.

Leia também: Conheça as homenageadas do Mulheres do Ano no Prêmio CLAUDIA

+ Seleção alemã não irá mais jogar mais em países que discriminam mulheres

PODCAST – Como consumir menos, de forma consciente e inteligente

%d blogueiros gostam disto: