“Nem sempre a decisão certa é a decisão mais fácil”, diz Harry

Príncipe falou abertamente sobre temas pessoais, só que ele não sabia que estava sendo enganado por entrevistadores

O telefonema era para ser um bate-papo com Greta Thunberg e foi gravado na virada do ano, no auge da decisão e anúncio do afastamento da Família Real. Só que Harry estava – na verdade – sendo enganado pelos russos Vladimir Kuznetsov e Alexey Stolyarov , conhecidos na Inglaterra como  Vovan and Lexus, que conseguiram falar com o príncipe por telefone não apenas uma, mas duas vezes enquanto ele estava no Canadá.

Nas gravações, Harry não parece desconfiar que não está de fato conversando com a ativista, nem quando ela diz que quer se casar com o príncipe George e ele, rindo, diz que pode ajudá-la a se unir ao seu sobrinho de seis anos (Greta tem 17 anos).  Ele fala, sem rodeios, sobre política, sobre sua briga contra os tabloides ingleses e até sobre seu tio Andrew (embora nesse caso ele não tenha se estendido). Nada que tenha sido muito revelador, mas diz que Trump “tem sangue em suas mãos” e que o mundo está sendo governado por “pessoas doentes. Harry também defende o primeiro ministro Boris Johnson, dizendo que ele “é um cara legal”.

Apenas um dos telefonemas foi divulgado na segunda (10) à noite e nele Harry fala do Sussexit e reafirma mais uma vez que decidiu se afastar da Família Real para proteger o filho e Meghan Markle. “Casar com príncipe ou princesa não é nada do que as pessoas pensam que é”, ele diz.

Sobre como chamá-lo

“Você pode me chamar do que quiser, Harry está ótimo”

Sobre a decisão de se afastar da Família Real

“É, provavelmente, uma conversa para outro momento. Tem muito ainda acontecendo e muitas camadas e muitas peças do quebra-cabeça”

“Posso te assegurar, casar com um príncipe ou princesa não é nada do que dizem! Mas algumas vezes a decisão certa não é a mais fácil. E essa decisão certamente não foi a mais fácil mas foi a decisão certa para nossa família, a decisão certa para poder proteger meu filho. E eu acredito que muita gente no mundo inteiro pode se identificar e nos respeitar por colocar a nossa família em primeiro lugar. Sim, é complicado, mas vamos começar uma vida nova”

Sobre a vida “normal”

“É muito melhor!”, risos

“Você se esquece que eu era um militar por 10 anos então eu sou mais normal do que minha família quer acreditar que eu seja”

“Certamente estar em uma posição diferente agora nos dá a habilidade de dizer coisas e fazer coisas que talvez não pudéssemos antes”

Sobre perder os títulos reais

“Não, de novo: você não deve acreditar em tudo que você leu. Ninguém tirou os títulos da gente.

 (Samir Hussein/WireImage/Getty Images)

Sobre independência financeira usando o título Sussex Royal

“Tecnicamente, estaríamos fazendo dinheiro separadamente dentro da estrutura da Família, então obviamente pediram para não usar nossos títulos para fazer dinheiro, o que nós nunca faríamos, mas a imprensa conseguiu pular dentro disso fazendo parecer que nós fomos cortados dos nossos títulos”

Sobre o tio, príncipe Andrew e o envolvimento com a rede de pedofilia

“Tenho pouco a dizer sobre isso. O que quer que ele tenha feito ou não, é completamente separado de mim e da minha esposa. Nós operamos em uma maneira de inclusão e estamos focando em comunidade. Então estamos completamente separados da maioria da minha família”

Sobre criar uma Fundação para lidar com as questões humanitárias e climáticas

“No momento eu e minha esposa estávamos nos dirigindo para começar uma Fundação, mas na verdade decidimos que provavelmente já existem fundações suficientes fazendo ótimos trabalhos. Há muito dinheiro circulando no mundo e muitos problemas então decidimos dar um tempo para ver se há alguma organização ou órgão diferente que podemos criar para unir as pessoas, muito mais do que apenas começar uma Fundação. Não achamos que o mundo precise necessariamente de outra Fundação vinda de nós. Então estamos apenas levando mais tempo para pensar como poderemos usar a nossa plataforma e como poderemos dar voz e tentar encorajar diferença verdadeira ao contrário de , você sabe, fazer uma diferença pequena. Como sabemos, os problemas do mundo parecem estar ficando maiores e acontecendo mais rápido. Eu acho que as soluções estão sendo mais rápidas também para poder mudar a maneira de pensar. Estamos tentando o nosso melhor”

Sobre os jatinhos particulares

“Infelizmente existem poucas opções. Nós temos que viajar em vôos comerciais no mundo todo. Não chegamos nem perto de muitos que viajam de avião para uma noite ou fins-de-semana apenas. Certamente para minha família, para proteger minha família dessas pessoas que você pode entender perfeitamente [Harry parece aludir à imprensa]. Eu tenho que colocar a proteção e segurança da minha família em primeiro lugar e essas pessoas são incansáveis”

Sobre a briga com a mídia

“Por muitos e muitos anos eu fui criticado pela midia por fazer qualquer tipo de coisa e de tentar mudar a maneira que pensamos. Eu sou simpático e até aplaudo o trabalho que vocês todos estão fazendo [ele acreditava estar falando com Greta Thunberg e seu pai, não dois comediantes] porque não é um momento fácil e o mundo é um lugar perturbador e pode ser muito fácil desistir e acho que o que vocês estão fazendo é impressionante”

“Infelizmente o mundo está sendo liderado por pessoas doentes, então pessoas como vocês e gerações mais novas são os que farão a diferença”

Como aconselha lidar com a imprensa 

“O melhor conselho é poder não ter medo. O que eles não entendem é que essa batalha que estamos tendo contra eles é muito maior do que apenas nós”

Sobre Donald Trump

“O simples fato de Donald Trump estar apoiando a indústria do carvão é tão grande na América, ele tem sangue em suas mãos. Mas Trump vai querer te encontrar [de novo, Harry acreditava estar falando com Greta Thunberg] porque vai fazer com que ele pareça melhor mas ele não terá uma discussão sobre mudanças climáticas com você porque você é mais inteligente que ele”

Sobre Boris Johnson

“Eu acho que ele é um bom homem, então você é uma das poucas pessoas que podem tocar sua alma e fazer com que ele te entenda e acredite em você. Mas você tem que entender que porque ele está há tanto tempo cercado por essas outras pessoas que já tem decidido como querem agir. Elas acreditam no que querem acreditar, elas acreditam no que são ditas para acreditar. Então é contra isso que você está lutando: mudar hábitos, como você bem sabe”

Sobre Greta Thunberg ser da Família Real da Suécia e se casar com príncipe George

“Uau, então somos parentes”, Harry ri quando a falsa Greta Thunberg diz ser ligada à Família Real da Suécia.

“Sim, é  verdade”, ela responde. “Ajudaria muito a lutar pela mudança climática se eu tivesse um casamento dinástico, não concorda? Eu acho que ajudaria.”

Harry não parece perceber que a ativista não é ela, mas certamente entra na brincadeira.

“Certamente ajudaria muito”, ele responde.

“Eu achei alguns candidatos que seriam certos para mim: James Windsor [primo de Harry, filho do príncipe Edward e Sophie Rhys-Jones, com apenas 12 anos) e príncipe George [de seis anos]. Suas idades são certas e eu tenho certeza que ajudariam”, ela diz.

Harry continua rindo e oferece: “Tenho certeza que posso te ajudar com isso”

A assessoria de Meghan e Harry não se pronunciou ainda sobre as gravações.

%d blogueiros gostam disto: