Patrícia Poeta se emociona ao falar de morte de colega da Rede Globo

João Napoli, funcionário da emissora, foi esfaqueado no último domingo (28), no Rio

Patrícia Poeta, que está apresentando o programa Encontro durante as férias de Fátima Bernardes, se emocionou ao relatar a morte de João Napoli, de 34 anos, engenheiro e funcionário da Rede Globo. Ele foi esfaqueado por um morador de rua no domingo (28), no Rio de Janeiro.

O morador de rua golpeou João nas proximidades da Lagoa Rodrigo de Freitas, enquanto ele aguardava em um semáforo. Caroline Moutinho, 29 anos, noiva de João, também foi atingida pelas facadas, mas foi hospitalizada e não corre risco de vida. O casal iria se casar no próximo mês.

Um professor de educação física que tentou ajudar os feridos também foi atingido e morto. Ao comentar sobre a tragédia, Patrícia Poeta aproveitou para fazer um desabafo sobre a segurança na cidade.

“Foi em um lugar lindo no Rio de Janeiro. Acho que traz uma sensação de insegurança mais do que nunca a todos nós. O João que inclusive era colega nosso, estava indo almoçar com a avó, com a noiva, ia casar em três semanas. E o professor de educação física que também não voltou pra casa ia almoçar com a mãe. Era um domingo como pra todos nós e interrompeu de forma brutal. Você não consegue almoçar com a mãe, com a avó. Isso choca todos nós“, disse com a voz embargada.

Ingrid Guimarães, que participava do programa, completou a fala da apresentadora e disse que vive em uma grande insegurança de perder alguém no Rio. “É muito triste você pensar que vive em um país em que você fica pensando: ‘Qual será nossa vez? Quando chegará nossa hora?”, afirmou.

Leia mais: Rara aparição: Letícia Spiller posta fotos com o namorado

+ Brasileira de 11 anos se torna a mais jovem campeã mundial de skate

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA