Ex-atriz da Globo quase perde a mão após mordida de gato e faz alerta

Daniela Escobar foi surpreendida quando seu bichinho de estimação a mordeu

Daniela Escobar, ex-atriz da globo, chocou seus seguidores nesta terça (30) ao fazer uma revelação. A atriz mostrou em fotos como quase perdeu a mão por causa de seu gato de estimação.

Ela relatou que o animal estava dormindo embaixo da mesa e, então, Daniela decidiu fazer um carinho nele. Para a sua surpresa, o gato de 5 anos a recebeu com uma mordida, e ela teria que amputar a mão em alguns dias.

Veja o que está bombando nas redes sociais

A atriz explicou que apesar de seus bichinhos serem vacinados, saudáveis e dóceis, a saliva dos gatos solta uma bactéria capaz de paralisar os dedos. Escobar foi imediatamente medicada, mas ainda assim não conseguia movimentar as mãos nem fazer tarefas simples como abotoar as calças. Veja o relato abaixo:

View this post on Instagram

Meu amor pelos meus gatos é incondicional, mas passei por uma situação que nunca pensei. Imagina o médico te dizer que é possível você perder sua mão em apenas alguns dias?? Uma mordidinha de gato pode causar isso. Meu gato que já tem 5 anos e é a mais dócil das criaturas, dormia profundamente embaixo da mesa quando inventei de fazer um carinho na cabecinha dele. Num susto e reflexo muito rápido mordeu minha mão. Pra ser objetiva, na saliva de 90% dos gatos, mesmo os saudáveis e vacinados como os meus, existe uma bactéria, que em poucas horas vai paralisando seus dedos ate ficarem roxos, gangrena, e pode ser necessário amputar os dedos ou até a mão se não medicar com antibióticos imediatamente. Os médicos me explicaram que é a defesa natural deles. Que é muito comum e o perigo é se não medicar imediatamente. Minha mão doía de chorar, em 24hs meus dedos estavam duros e não mexiam, foram quatro dias de injeções, hospital, e muita meditação porque nem fechar o botão das calças eu conseguia sozinha porque foi justo na mão direita… Eu vomitava o antibiótico porque não estou acostumada a toma-los. Então precisava ser injeção. As fotos acima foram das primeiras horas após… Depois não consegui mais nem pegar o telefone… Ainda estou sob a medição que precisa ser por 10 dias…😬 Os movimentos já estão quase restaurados mas a mão ainda dói… Acidente infeliz. Coisas da vida pra nos fazer ficar longe do telefone, foi minha conclusão… As vezes a vida nos força a focar no que é mais importante para o nosso momento. As vezes só entendemos quando dói mais na carne do que na alma… 😉

A post shared by DanielaEscobar (@danielaescobar) on

O que é 

Popularmente conhecida como doença da mordida do gato, a enfermidade é causada pela bactéria Pasteurella multocida, encontrada na saliva de quase 90% dos felinos. Esse tipo de infecção deve ser tratada com antibióticos e pode até ser fatal. 

Em entrevista à VEJA, Alexandre Barbosa, professor de infectologia da Universidade Estadual Paulista (Unesp – Botucatu), adverte: “Toda mordida de animal, sem exceção, deve ser tratada em um pronto-socorro”, diz. “Elas podem causar infecções fatais. Os casos não tratados são graves e podem levar à morte. Mesmo sem sinais claros de infecção é necessário o acompanhamento médico e o tratamento com antibióticos, como a amoxilina”, alerta o especialista. 

Leia mais: Susto no palácio: torturador se aproxima dos filhos de William e Kate

+ O que foi o burnout pra mim?

Relacionamento abusivo: saiba se você está em um no podcast Senta Lá, CLAUDIA