João de Deus segue internado em hospital por decisão da Justiça

Preso há 5 meses, João de Deus continua internado no Instituto de Neurologia de Goiânia

Preso há 5 meses, João de Deus continua internado no Instituto de Neurologia de Goiânia por decisão do Superior Tribunal de Justiça (STJ). O médium é réu em oito processos por abuso sexual e posse de arma, ele nega os crimes.
Essa já é a segunda vez que o prazo é prorrogado. Agora, ele pode continuar no hospital até o dia 31 de maio. De acordo com a última decisão, expedida no dia 2 de maio pelo ministro Nefi Cordeiro, a defesa afirma que houve uma piora clínica do médium, “que está com uma sonda nasoenteral”.

Aneurisma no abdômen

Em 23 de março deste ano, João de Deus foi transferido do presídio em que estava há três meses devido a um aneurisma na aorta do abdômen.
Na ocasião, o médico Alberto Las Casas foi o responsável pelo laudo que constatou o aneurisma. Segundo ele, o hospital não possuía autorização para divulgar o estado de saúde e o tratamento do paciente. Porém, anteriormente, o cardiologista havia alertado que João de Deus corre um sério risco de sofrer uma morte súbita em decorrência do aneurisma.
O quarto em que o médium está hospitalizado é isolado e possui 20 metros quadrados. Em imagens divulgadas pela TV Anhanguera, o espaço possui uma ante sala, televisão, frigobar, banheiro privativo e aparelho de ar-condicionado

Prisão

João Teixeira de Faria, o João de Deus, está preso desde o dia 16 de dezembro acusado de abusar de mais de 500 mulheres durante atendimentos espirituais. Ele estava no Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia até o dia 22 de março, quando foi transferido para o hospital a pedido da defesa e com autorização da Justiça.

Leia mais: João de Deus: os relatos das vítimas que romperam o silêncio
+ Menino de 5 anos morto pela irmã foi torturado vivo, diz Polícia