Família de mórmons é assassinada em emboscada no México

Pelo menos 6 crianças e bebês morreram nas mãos dos criminosos

Nove pessoas morreram em uma emboscada no estado de Sonora, norte do México, na última segunda-feira (4). Criminosos atacaram três carros de uma família americana de mórmons.

Segundo o The New York Times, 6 mulheres e 3 crianças foram assassinadas. Mas, de acordo com a investigação, esse número pode ser ainda maior, pois algumas pessoas ainda estão desaparecidas.

A família LeBarón vivia há muito tempo em uma comunidade mórmon em Bavispe, na fronteira entre os dois países. Mas a motivação do crime ainda não foi confirmada. De acordo com o jornal, alguns membros da família são ativistas anticrime e faziam campanha contra grupos que atuavam nos estados de Sonora e Chihuahua.

Mas, segundo relatos do Associated Press, uma outra teoria é que os criminosos teriam confundido a identidade das vítimas e atacado os carros por engano.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

Rhonita LeBarón conduzia um dos carros, quando precisou parar para trocar o pneu. Naquele momento, ela foi atacada e seus quatro filhos, um menino de 11 anos, uma menina de nove e dois gêmeos de menos de um ano foram assassinados, segundo depoimento de Julian LeBarón, primo de Rhonita.

Ainda em seu depoimento, o homem contou que o os outros carros da família foram atacados cerca de 13 quilômetros à frente, e outras duas mulheres e duas crianças, uma de 6 e outra de 4 anos, morreram.

Esse não é o primeiro caso de assassinato da família. Em 2009, Benjamin LeBarón, que também era ativista, foi morto em Chihuahua.

Leia mais: Erick Jaquin é vítima de ação criminosa de babá

+ Mulher morre com cobra enrolada no pescoço

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?