Família de Anderson Gomes faz vaquinha para ajudar seu filho

"Audem com o que puder!", diz anúncio da doação

Anderson Pedro Gomes, 39 anos, foi assassinado na noite de quarta-feira (14) quando transportava em seu carro a vereadora do PSOL Marielle Franco.

Marielle foi atingida por quatro tiros na cabeça, e ele, por três nas costas. O motorista estava desempregado e fazia “bicos”. Casado com Ágatha Arnaus Reis, deixou o filho de um ano de idade.

Leia também:  Viúva do motorista Anderson Pedro Gomes se pronuncia

Preocupados com a condição do filho de Anderson depois de sua morte, família e amigos resolveram realizar uma “vaquinha” na internet para arrecadar fundos que ajudem na criação do menino, portador de necessidades especiais.

No anúncio da arrecadação, o pedido de socorro. “Ajudem com o que puder! Infelizmente o Estado, mais uma vez, fez uma vítima que deixou uma mulher e filho de um aninho portador de necessidades especiais sem um pai, sem um porto seguro, sem boa parte da vida deles! Conto com a colaboração de todos para ajudarmos essa família, mas principalmente o Arthur, filho dele.”

O objetivo da “vaquinha” virtual é arrecadar R$ 100 mil.

Para colaborar, acesse aqui.

Veja também: Políticos e entidades lamentam a morte de Marielle Franco

Coluna da Zaidan: Nenhuma Marielle a menos