Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

CLAUDIA Live: debate sobre caso José Mayer e assédio no trabalho

Conversamos com duas advogadas sobre o caso de assédio do ator José Mayer e sobre como uma mulher deve proceder ao ser assediada em situação de trabalho

Por Da Redação - Atualizado em 5 abr 2017, 19h52 - Publicado em 5 abr 2017, 19h39

Desde que a figurinista Susllem Tonani, 28 anos, acusou o ator José Mayer, 57 anos, de assédio sexual, na sexta-feira (31), o assunto dominou a mídia e as redes sociais. No mesmo dia, o ator se defendeu dizendo que ela havia confundido as “atitudes machistas do personagem Tião Bezerra” com as dele.

Porém, com a pressão popular nas redes, ampliada ainda mais após campanha feita por atrizes e outras profissionais da TV Globo contra o assédio, o ator assumiu suas atitudes e pediu perdão. “Aprendi nos últimos dias o que levei 60 anos sem aprender. O mundo mudou. E isso é bom. Eu preciso e quero mudar junto com ele.”, afirma Mayer.

Tonani não está sozinha. Casos de assédio sexual no trabalho, infelizmente, ainda fazem parte do dia a dia da maioria das mulheres. Muitas, no entanto, ainda não sabem como proceder em uma situação como a da figurinista, que procurou a área de Recursos Humanos da TV Globo para relatar sua história.

Por isso, Tatiana Schibuola, diretora de redação de CLAUDIA – acompanhada de Cris Naumovs, diretora de criação de Cosmopolian, e de Ligia Helena, editora-chefe do portal MdeMulher – recebeu as advogadas Dra. Marina Ruzzi e Dra. Ana Paula Braga para falar sobre o tema. A conversa foi transmitida ao vivo pelo Facebook de CLAUDIA.

Assista:

Continua após a publicidade
Publicidade