Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Carrefour lança nova nota e diz quais medidas irá tomar após caso de cão

Empresa diz que irá se engajar na causa animal

Por Da Redação - Atualizado em 9 dez 2018, 14h05 - Publicado em 9 dez 2018, 14h04

O Carrefour publicou um novo posicionamento sobre as medidas que irá tomar após a repercussão do caso de um cachorro morto em uma de suas lojas. No último dia 28, a cadela Manchinha foi espancada por um segurança terceirizado na unidade de Osasco.

O supermercado diz que irá se apropriar da causa animal estabelecendo novas diretrizes de comportamento. Na tarde de sábado (8), um protesto contra a agressão fez com que as portas da unidade fossem fechadas.

O Carrefour reconheceu, no último dia 4, que “um grave problema” tinha ocorrido em uma de suas lojas. A morte de Manchinha sensibilizou diversos artistas e respingou até no Masterchef, programa da Band patrocinado pela marca.

A seguir, leia a nota na íntegra:

“Sensibilizados com a morte do cachorro Manchinha e buscando evitar que casos como este se repitam, o Carrefour tem se reunido com diversas ONGs, ouvindo suas recomendações para a construção de iniciativas em prol da causa animal.

Em função dos aprendizados e das sugestões que recebemos, nossos próximos passos serão:

Continua após a publicidade

– revisão dos procedimentos internos para encaminhar animais abandonados; 
– revisão dos treinamentos de todos os nossos colaboradores e prestadores de serviço; 
– realização de feiras de adoção de animais em todo o país; 
– melhoria na estrutura e equipamentos do Centro de Zoonoses de Osasco (SP);
– realização de um evento anual, no dia 28 de novembro, e outros com maior frequência, em memória ao Manchinha, com ações de conscientização da importância da causa animal a todos os nossos colaboradores, em conjunto com a sociedade.

Nos comprometemos, com transparência, informar publicamente toda a evolução destas iniciativas.

Na tarde deste sábado aconteceram diversas manifestações em nossas lojas, que foram acolhidas por nós.

Reforçamos que seguimos colaborando com as autoridades para que o caso seja solucionado o mais rápido possível.”

+ Cadela é baleada por caminhoneiro e socorrida por policias militares

Siga CLAUDIA no Instagram

Continua após a publicidade
Publicidade