Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Boletim de ocorrência revela o que causou morte de modelo

O caso foi registrado na Polícia Civil como "morte suspeita a esclarecer"

Por Da Redação Atualizado em 18 fev 2020, 09h15 - Publicado em 28 abr 2019, 14h53

Tales Cotta, o modelo que morreu na tarde de sábado (27) após desmaiar em um desfile no último dia da São Paulo Fashion Week, teve ‘morte súbita sem causa aparente’, informa o boletim de ocorrência.

O caso foi registrado na Polícia Civil como “morte suspeita a esclarecer” e o laudo necroscópico apontará o que o matou.

Após o desmaio, Tales Newton Gomes Alvarenga Soares, seu verdadeiro nome completo, foi levado de ambulância para um hospital, mas, segundo a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde, o modelo chegou sem vida à unidade médica.

Leia mais: Mãe de modelo fala pela primeira vez sobre morte do filho

Em entrevista ao G1, Alexandra Soares, irmã do modelo de 25 anos, afirmou que o atestado de óbito de Tales informa que a causa da morte dele é “indeterminada”.

“Ele fazia Crossfit, Yoga, meditava, não usava drogas, tinha uma alimentação super saudável. É difícil entender. Só mesmo quando a gente tiver o laudo na mão para saber o que realmente aconteceu. Existem várias especulações. Estão dizendo várias inverdades, como por exemplo, [que a causa foi] anorexia, droga, veganismo, estresse ou, ainda, porque não ofereceram lanche vegano antes do desfile. Umas coisas absurdas”, contou Alexandra à reportagem.

Continua após a publicidade

A irmã de Tales contou também que a família acompanhava o desfile através das redes sociais quando foi surpreendida por gritos da plateia e a interrupção da transmissão. A família acreditou que o modelo havia tropeçado ou caído durante o desfile, até que o diretor da agência telefonou informando que havia acontecido algo grave.

“Ele pediu para alguém da família vir para São Paulo porque a família é toda do interior de Minas e disse que ele não iria resistir, pois estava tendo paradas cardíacas e não estava conseguindo estabilizar. Dentro de dez minutos ele me ligou me dando a notícia de que ele não tinha resistido e que o médico disse que ele poderia ter um mal congênito”, relembrou.

Instagram/Reprodução

Natural de Manhuaçu, município no interior de Minas Gerais, a 290 quilômetros de Belo Horizonte, o modelo começou a trabalhar com a Base MGT, agência de modelos e atores de São Paulo, em setembro de 2018. No site da agência, ele é descrito como um modelo de “olhos verdes e cabelo platinado”. Tales era modelo desde os 18 anos e fez faculdade de Educação Física na UFES (Universidade Federal do Espírito Santo).

O corpo de Tales saiu de São Paulo por volta das 10h deste domingo (28) a caminho de Manhuaçu, em Minas Gerais, cidade onde ele nasceu e será enterrado. O sepultamento está marcado para as 17h de segunda-feira (29).

Leia mais: Quem era o modelo que morreu na SPFW
+ Traição? Príncipe William teria flertado com marquesa

+ HORÓSCOPO DE MAIO: Veja as previsões da astróloga Susan Miller

Continua após a publicidade
Publicidade