Atração turística revela câncer de mama em visitante

Ao voltar para casa e rever as fotografias, a mulher decidiu procurar um médico, que lhe deu a confirmação de que ela estava com um tumor em estágio inicial

Em Edimburgo, na Escócia, uma simples visita à uma atração turística transformou a vida de uma mulher. Bal Gill, de 41 anos, acompanhava a família em um passeio realizado em maio deste ano à Camera Obscura and World of Illusions. Ao entrar na sala com câmeras de imagens térmicas, ela e os familiares começaram a balançar os braços e olhar as imagens que eram criadas. 

Não perca o que está bombando nas redes sociais

“Ao fazer isso, notei um ponto de calor no meu seio esquerdo. Achamos estranho e, olhando para todo mundo, vimos que as outras pessoas não tinham algo assim. Tirei uma foto, e continuamos a visita ao museu”, contou à BBC.

 (@camobscura1/Instagram)

Ao voltar para casa e rever as fotografias, consultou o assunto na internet e se deparou com diversos artigos sobre câncer de mama e as câmeras de imagem térmica. Decidiu então procurar um médico, que lhe deu a confirmação de que ela estava com um tumor em estágio inicial.

De lá para cá, Bal passou por duas cirurgias, incluindo uma mastectomia. Em novembro fará mais uma operação, mas já foi informada que não precisará passar por quimio ou radioterapia posteriormente.

“Só quero agradecer. Sem essa câmera, eu nunca teria sabido. Sei que não é o propósito daquele lugar mas, para mim, foi uma visita que mudou a vida.”

As câmeras de imagens térmicas são ferramentas usadas por oncologistas na detecção do câncer de uma maneira não invasiva, através da termografia. Nesse tipo de exame, uma câmera especial mede a temperatura da pele na superfície da mama. Devido ao rápido crescimento e multiplicação das células cancerígenas, o fluxo sanguíneo e metabolismo em um tumor é mais elevado, o que leva a um aumento da temperatura na região.

Ficamos realmente comovidos quando Bal nos contatou para compartilhar sua história, já que o câncer de mama é algo presente na minha vida e de vários de nossa equipe”, contou Andrew Johnson, gerente-geral da atração. Até conhecer Bal, ele não havia notado o potencial que câmera possui para detectar sinais de tumores.

“É incrível que Bal tenha notado a diferença na imagem e agido prontamente. Desejamos a ela tudo de bom em sua recuperação e esperamos encontrar com ela e sua família no futuro.”

Leia também: Brasileiro com câncer terminal tem alta após tratamento inovador

+ Criança fica a beira da morte depois de brincar com ‘Slime’

PODCAST – Por que não sinto vontade de transar?