Adolescente é estuprada após fazer o Enem em MG

O suspeito revelou aos vizinho que tinha cometido uma "besteira, mas que não se importava em ser preso"

Uma adolescente de 17 anos foi agredida e estuprada em Matozinhos, região metropolitana de Belo Horizonte, após a prova de ontem do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Um suspeito foi preso após a polícia ter encontrado um documento de identificação no local do assédio. 

Não perca o que está bombando nas redes sociais

De acordo com as informações do boletim de ocorrência (BO) da Polícia Militar, a estudante foi ouvida em uma unidade de atendimento médico na cidade. Segundo relatos da menina, ela foi abordada no cruzamento das ruas Presidente Washington Luiz e Presidente Prudente de Morais quando estava indo embora da prova. 

A adolescente pensou que era apenas um assalto, já que o homem teria dito “perdeu”, fazendo com que ela entregasse todos seus pertences. Porém, o criminoso a levou para um lote vago, onde a mesma recebeu socos no corpo, no rosto e na cabeça, foi asfixiada e estuprada. A menina chegou até a desmaiar algumas vezes, segundo relato descrito no BO. 

Após retornar para casa, a adolescente procurou atendimento na unidade de saúde, com a ajuda dos familiares. 

Ao investigar o local das agressões, a polícia encontrou uma Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e foi à casa do suspeito. Ele resistiu, tentou fugir e agrediu os policiais, porém foi preso. Uma testemunha presente no local afirmou que o homem, mais cedo, gritou na rua que “cometeria uma besteira sem se importar em ser preso”. 

A vítima foi encaminhada para o hospital Odilon Behrens, enquanto o homem foi levado para a delegacia. O caso ficará sob responsabilidade do DP de Sete Lagoas. 

Leia também: Miss em cadeira de rodas emociona a internet com vídeo em competição

Seleção alemã não irá mais jogar mais em países que discriminam mulheres