CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

7 tendências das semanas de moda que você precisa ficar por dentro

Veja as trends que marcaram as semanas de moda de Nova York, Londres, Milão e Paris

Por Nathalie Páiva Atualizado em 9 mar 2022, 11h46 - Publicado em 9 mar 2022, 10h07

Desde 11 de fevereiro, estamos acompanhando as semanas de moda internacionais em busca das tendências que devem dominar o ano de 2022. Como de costume, a temporada de outono e inverno abriu com Nova York, que deu espaço para a representatividade brasileira com PatBo. Depois, seguiram Londres, Milão e Parisque fechou com chave de ouro na última terça-feira (08). 

Veja também: Clássico renovado: produtos para mergulhar na tendência das pérolas

Mas se você não acompanhou nadinha do que rolou nas passarelas, fique tranquila: com a ajuda da consultora de imagem e estilo, Rita Heroína (@ritaheroina), preparamos um apanhado geral das tendências que apareceram nos principais desfiles e que são apostas para as próximas estações. Se joga nessa: 

sobretudo oversized
Sobretudos oversized nas passarelas de Michael Kors, Simone Rocha e Dolce&Gabbana. Instagram/Reprodução

Sobretudo oversized 

Com esse calorão parece que não, mas falta pouco para o frio bater na porta. E para passar por ele sem sofrimento, os sobretudos grandes, daqueles que parecem abraçar quem usa, devem ser a grande pedida. 

“Às vezes, durante os desfiles nos deparamos com tendências apresentadas de maneiras muito editoriais, mas que ainda sim podem ir para as ruas, com algumas adaptações. Esse é o caso do sobretudo oversized, que foi muito visto nos desfiles e é super grande”, diz. “Nesse caso, pede uma adaptação e para equilibrar a peça o ideal é usar com calças mais justas, gola alta mais sequinhas e até quebrar isso com um tênis para dar conforto e uma certa atitude”, pontua a especialista em moda. 

botas de cano alto
Botas de cano altíssimo foram destaque na passarela de David Koma. Instagram/Reprodução

Bota cano alto com vestido

A combinação clássica e sensual de bota cano alto com vestido também voltou às passarelas e deve continuar com tudo! “Às vezes, você tem no seu armário um vestido mais curto, de seda, que comprou para uma festa e não sabe como usar de novo. Reinventar a peça com a bota de cano alto a transforma totalmente. O segredo é adaptar também seu estilo com coisas que você já tem em casa”, orienta.

transparência
Transparência nas passarelas de Fendi, Private Policy e Nensi Dojaka. Instagram/Reprodução

Transparência

Usar peças transparentes ainda é difícil para muita gente, já desde cedo aprendemos que esse tipo de roupa passa informações de moda negativas. Os últimos desfiles, no entanto, voltaram a reforçar esse pensamento é mais que retrógrado e que é possível unir sensualidade com elegância. 

Continua após a publicidade

“Valentino me surpreendeu de maneira muito positiva com as roupas transparentes pretas, e a sensualidade esteve presente de uma maneira muito forte e ao mesmo tempo chique”, afirma. “Então a pessoa que pensa em adotar, mas de uma forma mais discreta, pode usar uma pantalona com uma cintura mais alta e a blusa transparente como destaque da composição. Não precisa estar toda vestida de tendência, o pulo do gato é adaptar o que quer vestir com o que você já gosta”, pontua.

minissaia
Minissaia nos desfiles da Hermès e Ahluwalia. Instagram/Reprodução

Minissaia 

Os anos 2000 estão batendo com força na nossa porta com o retorno triunfante da minissaia também nos looks de inverno! “As saias midis vão tirar férias e dar espaço para as minissaias. E se você gosta de minissaia, mas ainda pensa em como usar a peça sem transmitir muita sensualidade, o desfile da marca Hermès mostrou uma opção bem bacana com um conjuntinho com a jaqueta fechada até em cima e as pernas de fora sendo o destaque”, comenta. 

alfaiataria
A alfaiataria clássica inspirou os desfiles de Michael Kors e Ahluwalia. Instagram/Reprodução

Terninhos

Essa peça foi tirada do armário masculino há muito tempo e trazida para o nosso universo feminino de maneira elegante e sexy. As semanas de moda endossaram ainda mais a tendência nos desfiles da Chanel e Michael Kors com destaque para o tradicional risca de giz e as formas oversized. 

xadrez
O xadrez de Emilia Wickstead e Chanel. Instagram/Reprodução

Xadrez 

Não há duvidas de que o xadrez está entre as estampas mais clássicas do guarda-roupa, mas ela pode sim ser repaginada para ganhar uma cara totalmente nova. “O xadrez vem revisitado, com modelagens com caimento impecável. Investir num tecido bem elaborado que garanta o ajuste perfeito no corpo é o segredo para entrar de cabeça nessa proposta”, indica. 

cores vibrantes
Tory Burch, Carolina Herrera e Dolce&Gabbana trouxeram cores vibrantes. Instagram/Reprodução

Cores vibrantes

Vermelho, rosa, verde e amarelo foram cores muito bem exploradas nos desfiles e isso não podemos negar. “Vermelho, rosa e verde são cores bem vibrantes e perfeitas para quem tem personalidade para sustentar o look com essas cores, mas nada impede de todo mundo ao menos tentar experimentar. O verde em tons bem impactantes apareceu bastante, mas se a cor de cara te traz alguma estranheza comece pelo verde oliva, militar e por aí vá adaptando seu estilo aos poucos. Já se acredita que nas roupas rosa e vermelho é difícil usar, comece introduzindo as cores no seu make”, recomenda. 

Continua após a publicidade

Publicidade