Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Após série de denúncias, Scott Rudin pede desculpa e se afasta da Broadway

O produtor foi acusado por ex-funcionários de criar um ambiente de trabalho totalmente hostil e doentio

Por Da Redação Atualizado em 19 abr 2021, 19h26 - Publicado em 19 abr 2021, 18h00

Scott Rudin, um dos maiores produtores de entretenimento da Broadway e de Hollywood, se desculpou publicamente por meio de uma nota enviada e publicada no jornal estadunidense The Washington Post, após a onda de denúncias relacionadas ao seu comportamento hostil nos sets, que vão desde abuso de autoridade até violência física e psicológica. Além da retratação, Rudin também anunciou que se afastará temporariamente das produções na Broadway.

Atualmente com 62 anos, o produtor foi denunciado por ex-funcionários que relataram episódios de agressão, sendo que alguns casos tiveram até sangramento. De acordo com Ryan Nelson, uma das fontes, “todos os dias eram cansativos e horríveis”.

Leia mais sobre as acusações de violência e abuso contra Scott Rudin.

“Muito tem sido escrito sobre minha história de interações problemáticas com colegas, e lamento profundamente a dor que meu comportamento causou aos indivíduos, direta e indiretamente”, escreveu Rudin via e-mail ao jornal. 

“Após um período de reflexão, tomei a decisão de deixar de participar ativamente de nossas produções da Broadway, com efeito imediato. Minhas funções serão preenchidas por outras pessoas da comunidade da Broadway e, em vários casos, da lista de participantes já existentes nesses programas. ”

O produtor ainda finalizou o texto afirmando que sua expectativa e esperança estão depositadas em uma breve abertura dos teatros com o sucesso de sempre. Segundo Scott, o seu desejo é de que esta retomada fabulosa não seja, em momento algum, ofuscada pelas acusações a ele associadas, o que poderia prejudicar mais de 1.500 pessoas.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade