Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Assista a um trecho do documentário sobre a realeza banido pela rainha

Com a proposta de mostrar a rotina da Família Real, o filme teve sua exibição proibida pela rainha pouco tempo depois de ser lançado em 1969

Por Da Redação Atualizado em 1 fev 2021, 20h27 - Publicado em 2 fev 2021, 10h00

Piscou, perdeu! Um documentário sobre a realeza britânica e banido pela própria Rainha Elizabeth há décadas foi misteriosamente postado no YouTube na semana passada. Só para ser deletado poucos dias depois.

Intitulada Royal Family, a produção de 1969 oferece uma visão jamais capturada da vida da monarca e de sua família. De acordo com a revista People, o príncipe Philip achou que seria uma boa ideia abrir as portas do palácio e mostrar ao público o dia a dia da realeza. Assim, ao longo de um ano, as câmeras da BBC acompanharam a rotina profissional e doméstica da rainha, como um The Crown da vida real.

Do despertar da governante ao som de gaitas de foles até compromissos com embaixadores de outros países, o documentário forneceu aos seus telespectadores uma visão que raramente os súditos têm da rainha. Muitas vezes considerada uma mãe distante, em certas passagens, a monarca é vista acompanhada dos filhos enquanto dirige pela neve, visita seus cavalos e participa de um churrasco.

O filme também destaca Charles como herdeiro do trono. Na época das gravações, ele estudava na Universidade de Cambridge e é visto falando sobre seu papel como Duque da Cornualha.

Mas parece que o documentário não foi bem recebido entre seus próprios protagonistas. Única mulher entre os quatro filhos de Elizabeth e Philip, Anne foi uma das que mais desaprovaram a produção.

“Nunca gostei da ideia de um filme sobre a Família Real. Sempre pensei que era uma péssima ideia”, declarou a princesa uma vez. “Quando alguém cresce cercado desse tipo de atenção desde criança, não se quer mais dela. A última coisa da qual você precisa é que tenham ainda mais acesso.”

Sobre os motivos que levaram Elizabeth a decretar o banimento do filme, alguns dizem que foi por causa de alguns trechos que poderiam ser interpretados como problemáticos. Outros acreditam que a realeza percebeu que tentar passar uma impressão de família comum podia ser tão prejudicial quanto se mostrar diferente demais. Fato é que até hoje apenas alguns trechos do documentário estão disponíveis na internet.

Continua após a publicidade
Publicidade