Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Princesa Charlene tem separação da família forçada após problemas de saúde

A princesa de Mônaco passou vários meses na África do Sul, sem os filhos gêmeos e o marido, após uma cirurgia dolorosa

Por Da Redação Atualizado em 12 jul 2021, 20h37 - Publicado em 12 jul 2021, 13h20

A princesa Charlene, 43 anos, de Mônaco, se recupera de uma dolorosa cirurgia que fez no final de junho, na África do Sul. Por conta da emergência médica, ela está fisicamente separada de seus filhos, a princesa Gabriella e o príncipe Jacques, e de seu marido, príncipe Albert.

Para amenizar a saudade, a realeza encontrou formas de se manter próxima das crianças emocionalmente e mostrar aos gêmeos seu amor. Charlene  compartilhou várias fotos repletas de doçura em seu Instagram com seus filhos de 6 anos. “Passando um tempo com Jacqui e Bella e fazendo cobertores para a creche ao lado. Deseje-me sorte 😂🙏”, escreveu.

Uma das fotos mostra a princesa conversando com os filhos por chamada de vídeo e mandando um beijo virtual para eles. Os registros mostram também a ex-nadadora olímpica, criada na África do Sul, com um corte de cabelo mais curto e ousado.

View this post on Instagram

A post shared by HSH Princess Charlene (@hshprincesscharlene)

Continua após a publicidade

Charlene aparece orgulhosa ao lado de uma máquina de costura, que é usada em seu projeto de serviço para ONGs locais. Na foto, também é possível ver cartazes com frases conscientes, como “salve nossos elefantes” e “salve os rinocerontes”.

Em entrevista ao South African News Channel24, a princesa afirmou que os últimos meses têm sido complicados. “É um período muito difícil para mim. Sinto muita falta do meu marido e dos filhos”, confessou.

Apesar da saudade e da distância, o apoio da família é essencial para sua recuperação. “Albert é minha rocha e minha força e sem seu amor e apoio eu não teria sido capaz de passar por este momento doloroso”, contou.

No final de junho, a princesa contou à People que estava triste por não poder retornar a Mônaco para comemorar os 10 anos de casamento com seu marido. “Minhas conversas diárias com Albert e meus filhos me ajudam a manter meu ânimo, mas sinto muita falta da presença deles”, lembrou Charlene.

Ausente de seu país e distante da família desde maio, o palácio de Mônaco informou à People que há planos para que o príncipe Albert e os gêmeos do casal viajem para a África do Sul em breve. “Eu não posso esperar para nós ficarmos juntos”, declarou.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade