Mãe de Sonia Abrão sofre acidente grave dentro de casa

O geriatra Natan Chehter dá dicas para ter uma casa mais segura para os idosos

A apresentadora Sonia Abrão fez um alerta a seus seguidores compartilhando uma foto de sua mãe, Cecília, no hospital após sofrer um acidente dentro de casa. A idosa está internada na Unidade Semi-Intensiva de um hospital de São Paulo para cuidar dos ferimentos causados por uma queda.

Não perca o que está bombando nas redes sociais

“Alerta aos idosos: essa é minha mãe, Cecília, que, domingo, teve uma queda feia em casa e está internada no semi-intensivo, com fratura grave de braço – que deverá levar à cirurgia –, nariz e lado direito do resto quebrados, hematoma na testa e dois focos de sangramento no cérebro”, conta Sonia.

Segundo a apresentadora, a queda foi causada por um tapete que a mãe insistiu em deixar na sala de sua casa. Ela também afirmou que Cecília está reagindo bem ao tratamento, mas fez um alerta sobre objetos de risco nas casas de idosos.

Por favor, não insistam em tapetes, degraus e demais itens que representem riscos dentro de casa!”, finalizou.

Segundo estatísticas do Sistema Único de Saúde (SUS), os acidentes domésticos representam 75% das lesões sofridas por idosos. O médico geriatra Natan Chehter, do Hospital Beneficência Portuguesa e membro da Sociedade Brasileira de Geriatria e Gerontologia afirma, em entrevista à CLAUDIA, que, para conseguir tornar a casa um local adaptado e seguro ao idoso, os casos devem ser avaliados individualmente.

“Cada caso é um caso, idosos com problemas de visão, osteoporose e até doenças neurológicas, como o Parkinson, precisarão de mais atenção às adaptações dentro de casa. Mas, em geral, é importante que os ambientes tenham poucos obstáculos, como fios, objetos de decoração, degraus e até animais de estimação. Também é sempre importante se atentar a pisos muito lisos e encerados, tapetes e acúmulo de água nos banheiros. Vale checar o funcionamento dos ralos”, explica o médico.

Natan também afirma que é necessário uma análise minuciosa da casa do idoso para determinar adaptações mais específicas. A altura de armários e prateleiras, por exemplo, é um fator muito importante, pois o ato de se abaixar ou subir em escadas ou cadeiras para alcançar algo pode causar acidentes graves.

Para o médico, é importante destacar que, em caso de queda, a família não deve proibir o idoso de realizar suas atividades diárias. “É claro que é necessário tomar cuidado, mas, para garantir a qualidade de vida do idoso, os familiares não devem proibi-lo de sair para caminhar, tomar sol ou interagir com outras pessoas. Essas atividades são importantes para a saúde física e mental do idoso. Muitas vezes, uma simples adaptação, como um sapato adequado ou uma bengala, pode permitir que ele continue sua rotina normalmente”.

Leia mais: Após demissão, Izabella Camargo retorna à Globo nesta segunda (23)

+ Bruna Marquezine posa com ator de Vingadores e causa alvoroço na internet

PODCAST – Como dialogar com as crianças e adolescentes sobre sexualidade