Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Luana Piovani fala sobre agressão: ‘Tripudiaram sobre minha dor’

Atriz comentou sobre o caso de assédio envolvendo José Mayer e relembrou outros agressores famosos

Por Da Redação - Atualizado em 6 mar 2020, 17h29 - Publicado em 6 abr 2017, 13h36

A atriz Luana Piovani, 40 anos, comentou sobre a acusação de assédio sexual do ator José Mayer a uma figurinista da Rede Globo. Ela desabafou sobre machismo, agressores famosos e sua experiência pessoal. Luana foi agredida pelo ex-namorado Dado Dolabella em 2008.

“A gente convive com isso há muito tempo. Eu quero lembrar que Garrincha enchia Elza Soares de porrada. Kadu Moliterno, que já foi meu par romântico na ficção, bateu na esposa. Ela saiu na capa da Veja dizendo que não foi a primeira vez. Ele continua trabalhando, vive posando com namoradas no Caribe. O goleiro Bruno nem o corpo [da ex-namorada Eliza Samudio] disse onde estava e foi contratado por um clube. Ele diz que foi um erro, não fala em crime“.

Dado Dolabella enfiou a mão na minha cara, eu fui pro mundo inteiro contar. Seis meses depois, ele ganhou 2 milhões no reality show A Fazenda, votado pelas pessoas”, contou. “Eu estava fazendo um trabalho na TV e não quis cancelar. Estava em frangalhos. Tripudiaram sobre a minha dor. Uma produtora me acusou de agredi-la. Ela fez um circo em cima da minha vida e todo mundo foi aplaudir”.

Ela diz que a única que lhe ofereceu apoio foi a atriz Irene Ravachi. Após o episódio, ela diz ter sido excluída das gravações.

Continua após a publicidade

“Histórias de assédio, machistas e misóginas são o que a gente mais tem. Assédio sempre existiu. A gente precisa quebrar o silêncio, em todos os lugares”, completou.

Publicidade