CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Homem é preso após invadir mansão de Gisele Bündchen em Boston

Invasor, que já cometeu outro crime envolvendo a família da top model, foi encontrado deitado em um sofá no porão da residência

Por Da Redação 7 dez 2020, 17h40

A polícia de Boston prendeu na madrugada desta segunda-feira (7), um homem suspeito de invadir a mansão de Gisele Bündchen e Tom Brady. Segundo o site TMZ, o homem identificado como Zanini Cineus, teria entrado na residência às 5h55 da manhã, no horário local.

Ao invadir a propriedade, Cineus fez com que diversos alarmes fossem disparados, alertando a polícia. Ele foi encontrado deitado em um sofá no meio do porão da mansão.

Essa não é a primeira vez que o suspeito comete um crime envolvendo a família da top model. De acordo com os registros policiais, no ano passado, ele já havia tentado roubar luvas e uma camisa de Brady de uma exposição no hall da fama do New England Patriots.

O roubo só não foi bem sucedido porque Cineus escorregou enquanto agia, dando tempo de a polícia de encontrá-lo e prendê-lo. No momento da prisão, Cineus usava a camisa roubada por baixo da sua. Ele responderá por diversas acusações, incluindo invasão de domicílio, invasão de propriedade e tentativa de furto.

Mansão da top model Gisele Bündchen
MGS Group Real Estate/Reprodução

Vazia desde que a família de Bündchen se mudou em abril para a Flórida, onde Brady atua como quarterback do time de futebol americano Tampa Bay Buccaneers, a mansão foi construída do zero pelo casal, que adquiriu o terreno em 2013.

Com 14,3 mil metros quadrados, a propriedade abriga cinco quartos, sete banheiros, piscina, biblioteca, spa, adega de vinhos e um estúdio de spa. À venda desde agosto do ano passado, seu preço original era de 165 milhões de reais, mas acabou sendo reduzido para 139 milhões.

  • O que é mieloma múltiplo e como tratá-lo

    Continua após a publicidade
    Publicidade