Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Não vai ficar barato! Família real deve reagir a livro de Harry

Qualquer alegação considerada enganosa ou falsa será rebatida pela família, de acordo com uma fonte anônima

Por Da Redação Atualizado em 22 jul 2021, 20h13 - Publicado em 23 jul 2021, 09h30

A editora Penguin Random House anunciou que lançará mundialmente a autobiografia do príncipe Harry até o final de 2022. A novidade deixou a família real de olhos bem abertos.

Desta vez, eles prometeram rebater qualquer fala que o duque de Sussex fizer contra a realeza, segundo uma fonte informou site Radar Online. “Qualquer declaração ou alegação considerada enganosa ou falsa não será mais recebida com silêncio”, disse. 

Ainda é especulado que o príncipe William será o responsável pela defesa da realeza diante das possíveis alegações negativas. “Harry precisa saber que ele tem direito aos próprios sentimentos, mas não aos seus próprios fatos. Vamos apenas dizer que Harry e Meghan não vão mais poder controlar totalmente a narrativa. Haverá uma reação como nunca houve antes”, revelou a fonte.

Dependendo das informações expostas, a situação pode até parar na Justiça. “É difícil imaginar que a família tomaria medidas legais contra um dos seus, mas, ao mesmo tempo, era difícil imaginar que um deles escreveria um livro para contar tudo.”

No entanto, o caçula de Lady Di e príncipe Charles já informou que a biografia falará muito mais sobre o homem que se tornou do que os bastidores da realeza britânica. Seu intuito é mostrar que, independente de onde vem, pode ter muito em comum com pessoas de origens distintas. 

  • Continua após a publicidade
    Publicidade