Carla Vilhena fala sobre saída da Globo e usar cabelo “crespo e livre”

Ex-jornalista da Globo fala sobre como foi deixar a carreira de 34 anos na emissora para se dedicar aos filhos e ao blog

Há um ano, a jornalista Carla Vilhena, de 51 anos, tomava uma grande decisão em sua vida: deixar a maior emissora de televisão do país, após 34 anos de jornalismo na TV Globo.

A notícia, que pegou muita gente de surpresa, foi recebida com carinho pelo público. Principalmente ao descobrir o motivo. Carla deixava seu posto de anos para se dedicar aos filhos e ao seu blog pessoal.

Leia maisAlok e Romana Novais se casam aos pés do Cristo Redentor
+ José Mayer é dispensado da TV Globo após 35 anos

“Na hora que eu anunciei veio tanta mensagem, mas tanta mensagem, que até hoje tem coisa na minha caixa perdida que não consegui responder. Fiquei ao mesmo tempo surpresa e feliz, porque as pessoas não se esqueceram de mim”, contou a jornalista em entrevista à CLAUDIA.

No bate-papo, Carla Vilhena deu detalhes de como o público recebeu a notícia e também o que passou em sua cabeça naquele momento.

“Vi que as pessoas me veem quase como uma pessoa da família. E desejaram tanto sucesso, tanta felicidade, ‘que bom que agora você vai cuidar da sua família’. E foi numa época que tirei férias, dei uma sumida. Foi bom porque ficar falando do assunto…. óbvio que é um assunto que dói, depois de 21 anos da maior emissora do país, é uma conquista que eu tinha na minha vida.”

Carla deu início a sua carreira na Globo como editora de imagens do “Jornal Hoje”, em 1984, aos 17 anos. Saiu para se aventurar em novas oportunidades, como na Rede Manchete e Bandeirantes, voltando à rede carioca em 1997. Passou pelo “Jornal Hoje”, “Bom Dia São Paulo”, “SPTV”, “Fantástico” e “Jornal Nacional”, como repórter e âncora. Foram 34 anos no total e 21 anos ininterruptos.

“Foi uma mistura de surpresa, alegria, dor, que me deixou, na época, bastante sensível. Acabei indo viajar para espairecer”, contou.

O LADO BLOGUEIRA

O blog de Carla Vilhena surgiu em 2016, quando foi incentivada por uma jornalista mais jovem a cria-lo. “Ela me mostrou que a internet seria o caminho do futuro. Eu não tinha nem rede social, nada. Eu só usava às vezes o Twitter para fazer alguma chamada do jornal”.

Apesar de já se dedicar à plataforma há mais de dois anos, Carla explica que ainda está se acostumando com o universo das redes sociais.

“Até hoje eu não me sinto muito à vontade em rede social. Prezo muito pela minha privacidade, sabe, não tenho muito essa coisa de ficar fazendo stories do meu dia a dia, de mostrar tudo o que faço. Tenho ainda aquela coisa de ‘gente antiga’”.

 (Carla Vilhena Blog/Reprodução)

JORNALISMO X PUBLICIDADE

Carla pegou gosto pela coisa e agora o blog está se tornando um site, ainda mais profissional. Nele, a jornalista compartilha reportagens sobre saúde, bem-estar, cultura e também viagem, seu assunto predileto.

“O site expõe a parte profissional, que é o que quando eu estava na Globo não podia fazer, mostrar o que eu faço de trabalho com empresas, mestre de cerimônia, media training, produção de conteúdo”, explica.

Ela conta ainda que, ao mudar a direção de sua carreira, acreditava que iria para um lado mais publicitário, mas acabou se surpreendendo. “São 30 anos de jornalismo, então as pessoas continuam me vendo como jornalista. É uma imagem que construí ao longo da minha carreira, que acho que nunca vai sair de mim”.

Ao final de 2018 sentiu-se à vontade para aceitar sua primeira campanha publicitária “O jornalista tem sempre o dilema ético. Acho que devo isso ao público, sei que a minha palavra vai ser importante pra várias pessoas, então tive muita dificuldade. Mas fiz para uma empresa do Paraná, acho que acabei sendo compensada pelo meu excesso de critério”.

NOVA ROTINA

Com uma voz relaxada e à vontade, Carla parece estar curtindo a nova vida, mas conta que já viveu alguns apuros no início. “Descobri que é muito difícil você se organizar pra trabalhar em casa. Uma coisa que me aconteceu foi que tive que colocar meu mini escritório no meu quarto. E foi muito difícil convencer os meus filhos de que eu estava trabalhando”, relata.

“Como estou em casa, eles vinham ‘mamãe, sumiu minha meia; mamãe, com fome’; ‘mamãe, não sei o quê’ [risos]. Não consigo deixar de ser mãe e virar as costas pro filho que está me chamando. Até que meu marido começou a fazer uma espécie de escudo protetor em volta de mim para segurar as crianças longe”, conta aos risos.

“Uma coisa que me deu uma certeza tristeza é que eu não tenho mais um lugar pra onde eu vou todos os dias. Comecei a notar que nas primeiras vezes que peguei o carro pra dirigir meu carro ia pra Globo [risos]. Quando eu via pensava ‘Meu Deus, eu ia pro dentista, o quê que eu tô fazendo aqui na Globo?’”.

“Vejo muito autor de novela que diz que senta e escreve o dia inteiro. Só penso ‘nossa, que coisa admirável’, deve ser homem, porque a mulher, coitada, os filhos vêm e tiram”, conta de forma bem-humorada.

MÃEZONA

E não é só o site e as dezenas de projetos que ocupam o dia a dia de Carla, parte de sua decisão em sair da TV Globo foi para se dedicar aos filhos.

Ela é mãe dos gêmeos Clarissa e Pedro, de 17 anos, e também de Marcelo, de 13 anos, frutos da relação com o jornalista Chico Pinheiro. Em 2011, ela se casou com o advogado Carlos Monnerat, seu primeiro namorado.

“O ano passado foi bem puxado pra gente como família, porque meus filhos gêmeos foram fazer vestibular. Hoje em dia vestibular é uma guerra! Eu realmente achei que eles não fossem aguentar. Graças a Deus eles conseguiram passar por esse ano, mas não sem muita preocupação nossa, sem muito apoio que eu tive que dar a eles.”

Carla Vilhena com os gêmeos Clarissa e Pedro e o caçula Marcelo

Carla Vilhena com os gêmeos Clarissa e Pedro e o caçula Marcelo (@carlavilhenaa/Instagram/Reprodução)

“Quando eu fiz minha última renovação de contrato, eu já sabia que terminaria nesse ano bastante crítico. E como eles estudavam em um colégio alemão, eles tinham a oportunidade de fazer faculdade na Europa. Então minha expectativa, quando chegasse 2018, era que fôssemos, pelo menos, se não morar na Europa, instalá-los. E é o que estou fazendo amanhã, levar minha filha que vai estudar na Alemanha.”

Carla acaba de embarcar com a filha Clarissa para ficar quase dois meses na Alemanha.

BELEZA LIVRE

Na rotina de jornalista, Carla devia seguir uma série de normas da emissora, como a de ter o cabelo sempre escovado impecavelmente. Na nova rotina é tudo bem diferente.

Todos os dias eu tinha que fazer escova, todos os dias eu tinha que estar com o cabelo arrumado, maquiagem feita. Por outro lado, eu tinha pouco tempo pra me cuidar. Então hoje eu estou tendo tempo pra fazer coisas que eu não conseguia trabalhando na TV. Por exemplo, botei aparelhos nos dentes!”, conta se divertindo.

 (@carlavilhenaa/Reprodução)

“Eu adoro cabelo grande, então meu cabelo está gigante! Não deixo de fazer escova quando vou trabalhar, mas no dia a dia ele está crespo, enorme. Tá livre. Tem gente que não me reconhece mais.”

Já sobre sua relação com a moda e o consumismo, Carla enfatiza sobre seus novos valores. “É óbvio que adoro me vestir bem, comprar um sapato, uma bolsa. Mas tem horas que isso não é mais tão importante. Hoje me preocupo mais como vou pagar pra minha filha morar na Europa. A importância das coisas muda”, finaliza.

%d blogueiros gostam disto: