Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Camilla é vista andando à pé e com máscara de proteção

A Família Real recebeu críticas por não estar usando proteção em seus encontros oficiais e a duquesa sinalizou que ouviram o recado

Por Da Redação - Atualizado em 28 jul 2020, 14h55 - Publicado em 28 jul 2020, 16h00

Depois de críticas à Família Real, que tem aparecido em reuniões públicas sem máscaras para proteção, a duquesa de Cornwall, Camilla Parker-Bowles foi vista hoje (28) dando o exemplo.

A duquesa dispensou o motorista e foi à pé até o trabalho, usando a máscara de proteção.

Camilla, que completou 73 anos no início de julho, foi vista circulando entre os súditos calmamente, usando um vestido jeans camisão (tendência forte no verão europeu), um broche de tartaruga e uma bolsa bege. A máscara da duquesa foi identificada como da marca Liberty, de Fiona Clare, vendidas por quase 500 reais.

Os jornais britânicos criticaram o príncipe William, Kate Middleton, príncipe Charles e a própria Camilla por participarem de eventos sem proteção, mesmo que mantendo o distanciamento físico. Pelo visto eles entenderam o recado.

Continua após a publicidade
Chris Jackson/Getty Images

Camilla foi caminhando da Clarence House, onde mora, até a National Gallery, a uns quarteirões do palácio. Ela participou da cerimônia de reabertura de uma das salas do museu. Os funcionários usaram visores de acrílico como proteção e a duquesa brincou com eles “Olhem esses visores, eu não consigo falar com isso [a máscara], é muito difícil conversar com ela, os visores facilitam”, ela disse. Sobre voltar ao trabalho, ela admitiu. “É muito bom voltar a uma certa normalidade”, disse.

Depois do museu, Camilla foi até uma farmácia para conhecer o programa de proteção às vítimas de violência doméstica, uma das suas causas pessoais. Ela falou que sente falta de estar com as pessoas e que mesmo se comunicando via internet com amigos, parentes e funcionários, não é a mesma coisa.  “É sobre se conectar e é maravilhoso conversar com as pessoas. Eu gosto de olhar para elas e não é a mesma coisa nas telas. Você os rostos, mas não é a mesma coisa do que estar com as pessoas de verdade”, ela disse.

Publicidade