CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Empresa abandona tutela financeira de Britney Spears após depoimento

Em pedido judicial, a Bessemer Trust solicitou sua exoneração, alegando que "a tutelada reivindicou danos irreparáveis aos seus interesses"

Por Da Redação 2 jul 2021, 12h53

A Bessemer Trust, empresa do ramo de gerenciamento de finanças, que também é responsável pelo controle do patrimônio de Britney Spears, solicitou a um tribunal de Los Angeles, na quinta-feira (1), sua exoneração do papel de cotutor da cantora.

A atitude da empresa se deu após o depoimento da estrela do pop na última semana. Nele ela se mostrou contrária ao arranjo gerencial e judicial “abusivo” estabelecido em 2008, que envolve o pai, Jamie Spears, como tutor principal, e que pendura até os dias atuais.

Na declaração, a cantora ainda afirmou que havia sido forçada a tomar um medicamento à base de lítio contra sua vontade e impedida de se casar e de remover um dispositivo DIU para que pudesse tentar engravidar.

A entidade teria sido acrescentada como cotutora dos ativos financeiros de Britney no ano passado, após aprovação da juíza da Corte Superior de Los Angeles, Brenda Penny. Desde então passou a administrar o patrimônio de um total de 60 milhões de dólares, ao lado do pai da artista.

No pedido, a Bessemer Trust solicitou que a juíza aprovasse sua saída do caso, citando que as circunstâncias de ação são diferentes do que havia sido acordado desde o início, incluindo “o fato de que a tutelada reivindicou danos irreparáveis aos seus interesses”.

Conforme o informado pela própria empresa, medidas em relação aos ativos de Britney, ou recebimento de qualquer taxa, ainda não haviam sido tomadas, pois estavam aguardando documentos adicionais da Justiça que a autorizassem a agir.

No ano passado, a estrela do pop iniciou uma batalha judicial para tentar remover a responsabilidade de seu pai sobre qualquer papel em seus assuntos pessoais e profissionais. Nesta semana, a Justiça rejeitou o pedido. Uma nova audiência sobre o caso deve ocorrer no próximo dia 14 de julho.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade