Clique e assine com até 75% de desconto

Ana Maria Braga chora ao falar de Tom Veiga, o Louro José, no Mais Você

Os dois trabalhavam juntos há mais de 20 anos. "A gente era confidente um do outro", disse ela

Por Da Redação Atualizado em 2 nov 2020, 11h55 - Publicado em 2 nov 2020, 10h48

O Mais Você desta segunda-feira (2) não podia ser diferente após a notícia da morte de Tom Veiga, o artista que dava vida ao Louro José. Muito emocionada, Ana Maria Braga falou sobre o companheiro de TV.

“Hoje eu não estou perdendo só o Tom, eu estou perdendo o Tom, um grande amigo, né? Um menino que a gente nunca discutiu, nunca brigou. E com ele foi junto o meu filho, que eu sempre considerei assim o Louro e o Tom”, começou ela.

Através das redes sociais, Ana Maria já havia dito que considerava o colega como seu filho. Veiga manipulava e emprestava a voz ao personagem há mais de duas décadas. Ele tinha 47 anos e, segundo o G1, faleceu em decorrência de um AVC, provocado por aneurisma.

View this post on Instagram

Perdi meu parceiro de todo dia, meu amigo, meu filho. O Tom era um menino de sorriso solto, sempre alegre, com um humor único e talentoso demais. A fragilidade da vida nos pegou mais uma vez de surpresa e me deixou completamente sem chão. O momento agora é de oração. #tomveiga #lourojose #lourojoseoficial #anamariabraga #anamariabragaoficial

A post shared by Ana Maria Braga (@anamaria16) on

Continua após a publicidade

“Eu fiquei pensando como eu ia conseguir chegar aqui e falar bom dia para vocês, porque dói muito. Assim como uma mãe perde um filho, um companheiro, porque filho da gente é um companheiro que você viu nascer e ele era isso”, continuou Ana.

Segundo a apresentadora, a direção e a produção do Mais Você estavam preocupados com ela, pois fazer o programa desta segunda-feira seria, certamente, uma tarefa dolorosa. “Eu não poderia deixar de estar aqui, moída por dentro, e deixar todos os que amam o Louro sem essa última homenagem”, frisou.

“A gente era confidente um do outro, contava coisas que a gente não contava com ninguém”. Apesar das lágrimas ao falar do amigo, Ana disse que o choro era de alegria por tê-lo conhecido.

Veiga tinha por volta de 26 anos quando foi escalado para dar vida ao mascote de Ana Maria. Na época, ele era assistente de estúdio no extinto Note e Anote, da Record. Após idealizar o Louro José, a apresentadora não estava satisfeita com nenhum dos candidatos que haviam feito teste para interpretá-lo. Foi quando viu Veiga brincando com o boneco e percebeu que ele tinha talento. Ali nascia a parceria entre os dois.

Continua após a publicidade
Publicidade