Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Vai viajar com as crianças? Aprenda como montar uma mala prática

Confira dicas para levar o necessário de roupas, remédios e documento

Por Tainá Goulart
25 dez 2023, 10h39

Preparar a mala das crianças para a viagem de férias é, muitas vezes, uma tarefa complexa de se fazer, pois envolve algumas variantes que podem mudar os itens da lista do que levar. Sem contar o fato de que a rotina apressada de muitos pais tende a não facilitar uma pausa para colocar a quantidade de cada coisa no papel e não esquecer nada. 

COMO PREPARAR A MALA DE VIAGEM DAS CRIANÇAS

Com dois filhos, uma menina de 3 anos e um menino de 8 meses, Nataly Camillo, gerente de marketing das marcas infantis do Grupo Malwee, está mais do que acostumada a fazer essa listagem. “A primeira coisa importante é saber o destino, se estamos falando de praia, de campo, e, mais que isso, qual o clima do lugar que a família vai viajar. Essa informação é muito importante para compor os looks da mala e ter as peças para os famosos imprevistos”, comenta Nataly. 

Saber o destino, o clima e a quantidade de dias é importante para arrumar a mala das crianças
Saber o destino, o clima e a quantidade de dias é importante para arrumar a mala das crianças (Nubia Navarro/Pexels)

Para ela, assim como consultamos a previsão do tempo quando arrumamos as nossas malas, o processo é o mesmo com a das crianças, sem contar a quantidade de dias. Por isso, procure selecionar um look completo para cada dia e algumas peças extras que combinem com o todo. “Desta forma, você consegue ser bastante assertiva na hora de fazer a mala. Outra dica é optar por peças confortáveis, pois a criança precisa ser criança. Prefiro levar peças de algodão e malhas, que facilitam a movimentação”, destaca ela, que alerta para o clima oposto, algo que precisa ser levado em conta. 

COMO AJUSTAR A MALA DAS CRIANÇAS AO TEMPO

Como as variações de temperaturas estão ocorrentes, Nataly explica que adicionar peças do clima oposto é uma precaução necessária. Se vai para a praia, a chuva pode diminuir o tempo abafado, então, é bom levar uma ou duas calças mais leves, além de uma jaqueta com capuz e fechamento com zíper. “Precisamos pensar em peças que facilitem a nossa vida em um ambiente que não conhecemos. Destaco a roupa de banho, afinal, não sabemos se vai ter alguma brincadeira com água nas atividades. E, com os sapatos, tento otimizar também, com calçados neutros, geralmente um tênis, um chinelo e um item mais arrumadinho”, explica a mãe. 

Continua após a publicidade
Se atente aos itens de higiene e documentos das crianças para a viagem
Se atente aos itens de higiene e documentos das crianças para a viagem (Biova Nakou/Pexels)

Mala além das roupas

Com os itens do guarda-roupa já guardados dentro da mala, chegou a hora dos itens de higiene, como o shampoo do banho, produtos para limpeza, caso a criança esteja usando fraldas, além dos medicamentos que são rotina em casa. Para Giovanna Fonseca, advogada e mãe de três meninos, o ideal é ter um nécessaire, para cada filho, pequena, mas que seja prática. 

“Costumo já deixar a necessaire montada, comprando tudo duplicado. A gente nunca sabe quando vai precisar sair. Em viagens, pego a ‘reserva’ e adiciono os remédios de emergência para febre e vômito, por exemplo, além das vitaminas prescritas pela pediatra. Gosto de levar a receita comigo, caso precise que alguém dê os remédios para os meninos, faça da forma correta”, alerta Giovanna.

Centralizar os objetos mais importantes na mala pode ajudar em situações de pressa
Centralizar os objetos mais importantes na mala pode ajudar em situações de pressa (Vlada Karpovich/Pexels)

O que não pode ficar de fora na mala das férias

Outro truque é pegar uma pastinha e colocar os documentos e uma cópia da carteira das vacinas, para deixar tudo na parte interna da mala. “Acho importante saber onde está tudo, por isso, gosto de deixar as coisas mais importantes de documento e receitas no bolso interno da mala, caso precise rápido. Mães precisam ser muito prevenidas na hora de arrumar tudo, para que a gente possa curtir com mais tranquilidade a viagem”, explica ela. 

Quanto às fraldas e brinquedos, Giovanna faz uma conta de cerca de 5 fraldas por dia e tenta limitar a quantidade de objetos, até para que a criança possa aproveitar mais o destino e não os carrinhos ou pelúcias. Para ela, o ideal é pegar a rotina do filho e analisar, no caso dela com três meninos, cada uma como única, e reduzi-la aos dias da viagem. “Esse cálculo é muito subjetivo, mas funciona nos momentos longe de casa. E, claro, a cada novo passeio mais longo, a gente vai pegando a manha e o jeito. É só se organizar e confiar”, finaliza ela.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.