Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Instagram adota novas medidas de privacidade para adolescentes

A rede se aperfeiçoa a cada dia para evitar que adultos com atitudes consideradas suspeitas tenham contato com menores de idade

Por Ligea Paixão 16 mar 2021, 12h07

O Instragram, que em fevereiro já havia lançado um guia com uma série de dicas de privacidade para uma navegação segura de jovens e adolescentes na rede, lançou nesta terça-feira (16) mais algumas novas medidas para auxiliar os pais na prevenção da identidade e segurança dos filhos na plataforma.

A rede social, que permite o acesso apenas de usuários acima de 13 anos, está ciente de que muitas crianças e adolescentes abaixo desta faixa etária fazem uso do aplicativo. Como há muitos obstáculos para impedir que menores de 13 anos acessem a plataforma, a posição ideal encontrada pela rede foi de preservação da identidade e imagem desses menores.

A plataforma está introduzindo um novo recurso que impede os adultos de enviar mensagens para menores de 18 anos que não estejam entre sua lista de seguidores, de forma que, quando houver tentativa de contato, o adulto receberá uma notificação de que aquele usuário não é uma opção para ele. Para que esse recurso tenha validade, é necessário, no entanto, que o adolescente não coloque uma idade fictícia superior a 18 anos. 

Leia mais sobre o guia para pais para proporcionar uma experiência virtual mais segura aos filhos.

Além do recurso, o Instagram também enviará alertas constantes – avisos de segurança – para os menores serem cautelosos em conversas com adultos com quem já estão conectados através da rede. Os jovens serão notificados quando um adulto que está exibindo comportamento potencialmente suspeito estiver interagindo com eles em DMs [chat do Instagram]. Ou seja, se a rede identificar que esse adulto o qual o jovem segue, e vice e versa, mantem contato com muitos outros menores, o que é suspeito, um alerta será emitido sobre o perigo de interação com esta pessoa. 

Continua após a publicidade

“Há casos em que é apropriado que adultos e adolescentes interajam no Instagram, mas é importante que os adolescentes sejam protegidos contra o contato indesejado de adultos. Exigir que o adolescente – não o adulto – estabeleça a conexão, capacita-os a se protegerem. Isso os coloca no assento do motorista e lhes dá mais controle sobre suas experiências no Instagram”, diz Larry Magid, CEO da ConnectSafely.

Nas próximas semanas, a plataforma também começará a explorar maneiras de impedir a interação de adultos com comportamento considerado suspeito com menores de idade, evitando, por exemplo, que esses adultos vejam contas de adolescentes em ‘Usuários sugeridos’ ou descubra conteúdo juvenis, além de ocultar automaticamente seus comentários em postagens públicas de adolescentes.

Todas as medidas são uma forma de aperfeiçoar a garantia de uma navegação segura para os menores de idade, mas é importante que esses jovens mantenham uma conta privada ao invés de pública, definam nas privacidades quem pode ou não mandar mensagens ou comentários em suas publicações, além de outras dicas já atribuídas no guia, e contem acima de tudo com o acompanhamento dos pais.

 

  •  

    Continua após a publicidade
    Publicidade