Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Musical sobre Lady Di passará na Netflix antes da estreia na Broadway

A medida foi uma forma que os produtores encontraram de promover o espetáculo, que tem estreia nos palcos agendada para 16 de dezembro

Por Da Redação 1 abr 2021, 17h15

“Diana: The Musical”, um novo espetáculo baseado na história de Lady Di, terá um lançamento diferente de tudo o que já vimos. Os produtores anunciaram nesta terça-feira (30) que, antes da abertura do musical na Broadway, acontecerá uma estreia do espetáculo pela Netflix. Esta é uma medida inovadora para realizar a promoção do projeto.

De acordo com o produtores, o musical deverá estrear na plataforma de streaming no dia primeiro de outubro e, no dia 16 de dezembro, chega aos palcos da Broadway, sendo um dos primeiros eventos com data fixa para lançamento após um ano de fechamento da principal companhia teatral do mundo.

Este é o primeiro tipo de acordo firmado para um espetáculo de palco. “A chance de compartilhar nosso espetáculo, primeiro com o público global da Netflix, e depois recebendo o público ao vivo de volta na Broadway, é algo que estamos todos sonhando há mais de um ano”, informou a nota dos produtores.

No musical, Jeanna de Waal é quem interpreta princesa Diana. Roe Hartrampf aparece, como príncipe Charles, Erin Davie, como Camilla Parker Bowles, e Judy Kaye no papel de rainha Elizabeth II completam o elenco principal. As músicas originais são compostas por David Bryan – tecladista da banda Bon Jovi – e Joe DiPietro

Antes do fechamento da Broadway, Diana: The Musical estava em fase de pré-estreia, mas ainda não havia estreado oficialmente. A apresentação, que será exibida pela Netflix, foi filmada em 2020 com o elenco e sem a presença de plateia.

Os teatros da Broadway, que tiveram seu fechamento em março de 2020 em decorrência do enfrentamento da pandemia do coronavírus, devem permanecer fechados até junho deste ano ou setembro, um prazo considerado realista pela comunidade teatral de Nova York, visto que os espetáculos teatrais e musicais deverão ser a última categoria de evento a voltar aos palcos.

  • Continua após a publicidade
    Publicidade