Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

‘Altamira’: 5ª temporada do podcast ‘Projetos Humanos’ chega ao Globoplay

Após o sucesso de "O Caso Evandro", Ivan Mizanzuk mergulha na investigação de assassinatos de crianças no interior do Pará

Por Sarah Catherine Seles
7 abr 2022, 12h59

O podcast Projetos Humanos chega a sua quinta temporada sob o comando de Ivan Mizanzuk, com a investigação do “caso dos meninos emasculados em Altamira”. Após o sucesso de O Caso Evandro, o escritor mergulha na série de crimes que ocorreram no interior do Pará no final da década de 1980. Altamira já está disponível no Globoplay e em todas as plataformas de áudio.

A temporada Altamira

Sequestros, mortes de crianças, rituais macabros e tráfico de órgãos nortearam a investigação policial, na época repleta de controvérsias. O caso chamou a atenção do jornalista enquanto ele buscava informações de outra temporada do programa. “Eu me interessei por Altamira quando estava pesquisando ‘O Caso Evandro’, e em um determinado momento uma das suspeitas no caso do menino Leandro Bossi, criança que desapareceu dois meses antes do Evandro, também se torna suspeita relacionada aos casos ocorridos em Altamira”, contou ao Globoplay. 

Globo/Sergio Zalis
Ivan Mizanzuk (Globo/Sergio Zalis/Divulgação)

Através de uma minuciosa pesquisa, repleta de desafios, Mizanzuk apresenta todo o complexo contexto político, social e econômico da região que influenciou diretamente as investigações e os rumos do caso na época. O autor da obra aponta que o processo de construção de ‘Altamira’ é extremamente complexo, somando, até o momento, três anos de estudo e pesquisa criteriosos e exaustivos.

‘Altamira’ é mais complexo porque tem muito mais vítimas, em uma cidade que não tem muito registro. Altamira é uma região muito precária na manutenção de arquivos, o que dificulta materializar e verificar a maior parte do que é dito sobre o caso. Tudo isso gera a necessidade de um esforço maior em tentar entender o contexto daquela região para poder compreender a forma e o conteúdo de como essa história é relatada na cidade”, explica Ivan.

Globo/Sergio Zalis
Ivan Mizanzuk (Globo/Sergio Zalis/Divulgação)

A nova temporada entrega aos ouvintes reviravoltas investigativas sobre a autoria e motivações dos crimes, com personagens surpreendentes e uma intensa mobilização social. O primeiro episódio é uma viagem no tempo para outubro de 1992, quando um menino de 13 anos é encontrado morto em Altamira, no Pará, e com uma marca em comum com várias outras vítimas que se acumulavam na cidade desde 1989. Com episódios semanais, Altamira segue o formato de storytelling e vai respondendo as perguntas que surgem sobre os casos.

“Uma coisa que é dita no primeiro episódio é que o caso de Altamira vai ajudar  a entender muitas questões relativas também ao O Caso Evandro. Vamos ter desdobramentos que vão explicar, mais profundamente, alguns problemas, situações e dificuldades que temos nas investigações policiais no Brasil, especialmente em outras regiões fora do eixo Rio -São Paulo, como no Norte do país”, finaliza o jornalista.

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.