Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Manu Buffara é eleita melhor chef mulher da América Latina de 2022

A chef paranaense recebeu o prêmio de Latin America’s Best Female Chef 2022 nesta terça-feira (20)

Por Marina Marques Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 20 set 2022, 11h58 - Publicado em 20 set 2022, 11h45

Manu Buffara recebeu o prêmio de Latin America’s Best Female Chef 2022 nesta terça-feira (20). O título faz parte da famosa lista Latin America’s 50 Best Restaurants, que anualmente apresenta uma avaliação dos melhores restaurantes e chefs da América Latina.

Quem é Manu Buffara

A chef paranaense Manu Buffara vence o Latin America’s Best Female Chef 2022
A chef Manu Buffara comanda o ‘Manu’, seu restaurante em Curitiba (| Foto: Helena Peixoto/Divulgação)

A chef é paranaense comanda o restaurante Manu, em Curitiba, desde 2011. O restaurante de 20 lugares homônimo da chef serve uma cozinha feita a partir de uma rede de produtores locais da cidade, e é o primeiro restaurante exclusivo de menus de degustação no Brasil liderado por uma chef feminina.

Filha de agricultor, Manoella Buffara foi criada rodeada por uma grande variedade de alimentos e vegetais exóticos. Anteriormente à abertura de seu estabelecimento, ela passou pelo Noma, em Copenhagen, e pelo Alinea, em Chicago, além de trabalhar na Itália e no Alasca para expandir o seu repertório culinário.

“Ser reconhecida não só pela minha comida, mas também pela minha filosofia, é uma honra, e tenho orgulho de partilhar com a minha família e toda a equipe do Manu. Este é apenas o começo para nós, pretendemos usar esta plataforma e o poder das vozes femininas para elevar Curitiba no palco mundial e mostrar em primeira mão como o envolvimento da comunidade em torno da comida pode levar a uma melhor qualidade de vida para todos”, afirmou a chef sobre a conquista do título.

Continua após a publicidade

Da redução do desperdício aos esforços de preservação da vida selvagem, Buffara é também amplamente celebrada como embaixadora da mudança pelo seu compromisso de apoiar causas ambientais na sua comunidade. A chef concentrou-se na construção de jardins urbanos em Curitiba, transformando partes abandonadas da cidade em áreas onde as comunidades podem se alimentar. Atualmente, o projeto inclui 89 jardins urbanos envolvendo 5000 famílias. Em 2020, fundou também o Instituto Manu Buffara, que organiza o evento anual Alimenta Curitiba com foco na educação e inclusão social nos bairros mais necessitados da cidade.

O cardápio do ‘Manu’

A chef e a sua equipe exploram a paisagem local – a Mata Atlântica, o oceano e o campo – para criarem um menu com cerca de 11 pratos. O Manu oferece pratos como vieiras com castanha-do-Brasil e mel de Emerina; beterraba com butarga e baquiqui; ou uma sobremesa de kiwi, iogurte e milho doce.

Todos os pratos são combinados com uma bebida, como chá fermentado, vinho biológico ou néctar de melão. Em 2018, o Manu foi premiado com o One To Watch Award inserido nos Latin America’s 50 Best Restaurants 2018 e, desde então, ascendeu aos patamares do mundo gastronômico, ao mesmo tempo que coloca Curitiba no mapa gastronômico global.

Continua após a publicidade

A premiação

A chef será homenageada em 15 de novembro, em Mérida, Yucatán, na cerimônia de entrega de prêmios presenciais dos Latin America’s 50 Best Restaurants. Com a pausa nos eventos por conta da pandemia de coronavírus, este será o primeiro encontro de toda a comunidade gastronômica da América Latina desde 2019. O prêmio é o primeiro de três anúncios de prêmios especiais que irão anteceder o programa do evento.

Sobre o desempenho de Manu Buffara, William Drew, Diretor de Conteúdos dos Latin America’s 50 Best Restaurants, afirmou que “há muito tempo que a Manu é uma pessoa que os nossos votantes em toda a região admiram bastante, não apenas pelo seu talento na cozinha, mas também pelo seu compromisso em criar mudanças positivas ao seu redor”.

Buffara junta-se a um grupo selecionado de chefs reconhecidos pela sua inestimável contribuição para a gastronomia, desde o lançamento dos Latin America’s 50 Best Restaurants em 2013. Os vencedores anteriores do prêmio Latin America’s Best Female Chef incluem Narda Lepes, Pía León, Leonor Espinosa, Helena Rizzo, entre oturas. Em 2021, Marsia Taha, do Gustu, em La Paz, foi reconhecida com o exclusivo prêmio Latin America’s Rising Star Female Chef.

Na edição de 2021, o Manu levou a 49ª posição do Latin America’s 50 Best Restaurants. Este ano, a 50 Best celebrará mais restaurantes do que nunca com a introdução de uma nova lista: os restaurantes classificados entre a 51ª e a 100ª posições na América Latina. A lista 51-100 será anunciada em 3 de novembro, dando lugar de destaque a um maior número de estabelecimentos hoteleiros e às diversas culturas culinárias da região. O anúncio será seguido pela revelação da lista dos Latin America’s 50 Best Restaurants, em 15 de novembro.

Continua após a publicidade
Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.