Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Guia das facas de cozinha: quais são essenciais e como usar

Faca do chef, cutelo, Santoku: conheça os tipos mais essenciais de facas e entenda a utilidade de cada uma delas

Por Da Redação
29 jan 2023, 06h52

Quem tem afinidade com preparos na cozinha, sabe muito bem que as facas são um utensílio pertencente a um universo complexo. Diferente do garfo ou da colher, onde qualquer modelo basta, no âmbito das facas o modelo errado pode arruinar um preparo.

Ao fazer um peixe, por exemplo, usar um modelo grosseiro e pouco afiado pode prejudicar a peça inteira, resultando numa receita de cortes pouco regulares e péssimo acabamento. O mesmo vale para carnes, legumes e tantos outros ingredientes: a faca ideal faz toda a diferença.

Para entender mais sobre o assunto e facilitar sua vida na hora de cozinhar, preparamos um guia de facas para que seja possível tirar todas as dúvidas sobre os diferentes modelos: seja para o dia a dia, para preparar carne vermelha, frango, peixes ou legumes. Confira a seguir!

FACAS DO CHEF (para o dia a dia)

Facas do chef: as opções essenciais para o dia a dia
Facas do chef: as opções essenciais para o dia a dia (| Ilustração: Catarina Moura/CLAUDIA)

Faca do chef

Uma faca do chef tem uma lâmina longa e larga com uma borda reta. É mais larga na base e afina até chegar numa ponta pontiaguda. A lâmina curva permite que ela balance para frente e para trás em uma tábua de cortar, o que a torna a ferramenta perfeita para cortar e picar muitos vegetais de uma só vez (como cebola, pimentão, cenoura, etc.). A ampla área da base significa que essa faca pode suportar mais pressão durante o trabalho de corte pesado, o que é útil para cortar alimentos mais grossos ou duros, como batata e mandioquinha.

Faca de cozinha

Continua após a publicidade

A faca de cozinha tem uma lâmina curta, fina e de tamanho uniforme com uma ponta pontiaguda. Tende a ser leve, para facilitar o manuseio em trabalhos delicados. A faca pequena, mas poderosa, é usada para cortar, picar e fatiar frutas e vegetais, mas também pode ser usada para uma infinidade de outras tarefas na cozinha. Apesar do tamanho reduzido, essas facas permitem facilidade no corte de alimentos mais duros, como batatas cruas.

Utilitária

A faca utilitária serve para cortar alimentos e vegetais menores, como alho. É um modelo que compartilha muitas das qualidades de uma faca de chef, mas pode ser uma ferramenta útil ao trabalhar com alimentos de porte menor, pois a faca permite um trabalho de corte mais preciso.

Faca de pão

Bem popular nas cozinhas brasileiras, a faca de pão tem uma lâmina longa e de tamanho uniforme, com uma borda serrilhada afiada – como uma serra. Esse tipo de faca é projetado para uso em itens mais macios e seu formato faz dela a ferramenta perfeita para serrar todos os tipos de pães, incluindo os mais crocantes (como o italiano), baguetes, bagels e pão francês. Isso ocorre porque a borda ranhurada permite o corte de texturas mais macias sem esmagá-las.

Continua após a publicidade

Esse modelo de faca também pode ser usado para fatiar bolos com texturas fofas, pois podem cortá-los sem retirar o ar da massa ou danificar seu formato. Se você não tiver um nivelador de bolo na cozinha, uma faca de pão também pode ser usada para nivelar o pão de ló depois de assado.

FACAS PARA CARNE

Facas para carne: as opções essenciais para o dia a dia
Facas para carne: as opções essenciais para o dia a dia (| Ilustração: Catarina Moura/CLAUDIA)

Cutelo

Os cutelos têm uma lâmina plana e retangular. É possível encontrar esse modelo de faca em diferentes tamanhos, dependendo do uso pretendido. Um cutelo é usado para cortar carne crua, seja como parte do processo de açougue ou para dividi-la em porções menores antes de cozinhar. O design grande e pesado significa que ela pode até cortar ossos, tornando-a uma das melhores facas para preparação de carne crua.

Devido ao seu tamanho volumoso, esse tipo de faca geralmente é usado apenas em carne crua, e não em alimentos cozidos. A superfície larga, plana e pesada dos cutelos também pode ser útil para esmagar dentes de alho ou gengibre contra a tábua de corte.

Faca para desossar

Continua após a publicidade

A faca de desossar é composta por uma lâmina fina com uma borda muito afiada, geralmente terminando em uma ponta fina e pontiaguda.

Essa é a melhor faca para cortar os ossos da carne e aparar a cartilagem para criar a junção ou corte perfeito antes de cozinhar. A ponta afiada e a lâmina fina a tornam uma ótima opção para cortar ao redor do osso sem estragar a carne.

Ao desossar carne suína ou bovina, uma faca um pouco mais dura é melhor, enquanto uma lâmina mais flexível é adequada para aves. As facas para desossar são projetadas para serem leves e maleáveis.

Faca de trinchar

A faca de trinchar é longa e fina, terminando numa ponta afiada. Às vezes chamada de faca de fatiar, a faca de trinchar é uma das mais longas da cozinha. Sua largura estreita significa que produz menos resistência ao cortar os alimentos, permitindo criar fatias mais limpas e uniformes.

Continua após a publicidade

Ao preparar carnes como aves, porco, cordeiro ou boi, essa faca é a ferramenta para o trabalho, pois produz fatias finas, limpas e de tamanho uniforme. Também pode ser usada para preparar frutas e legumes maiores, como melões ou abobrinhas, que podem ser difíceis de cortar usando facas menores ou mais largas.

As lâminas longas e finas também são ideais para cortar bolos, pois são longas o suficiente para cortar fatias perfeitas em um movimento de corte suave.

FACAS PARA PEIXE

Facas para peixe: as opções essenciais para o dia a dia
Facas para peixe: as opções essenciais para o dia a dia (| Ilustração: Catarina Moura/CLAUDIA)

Faca para filetar

A faca de filetar é longa e fina, com uma lâmina flexível. Sua borda é extremamente afiada e a ponta finamente pontiaguda para perfurar a pele e permitir a remoção de ossos. Tem uma aparência semelhante a uma faca de desossar, mas a lâmina é mais fina e flexível.

Essa lâmina fina e flexível é ideal para remover os ossos sem danificar a carne delicada do peixe. Elas diferem de outras facas porque costumam ser utilizadas para cortar alimentos horizontalmente, em vez de verticalmente – isso permite que os chefs cortem a espinha dorsal do peixe inteiro para criar filés perfeitos.

Faca para salmão (ou jamoneira)

Continua após a publicidade

As facas para salmão (também usada para cortas peças de jamón, por isso chamada de jamoneira) têm uma lâmina muito longa e flexível com fio duplo e são projetadas para filetar peixes maiores. Seu design é fino e afiado, permitindo filetagem e remoção de pele precisas.

Ela é usada para fatiar, filetar e remover a pele de peixes maiores, como o salmão, sendo fina o suficiente para caber entre a pele e a carne sem danificar o delicado peixe, permitindo a produção de filés limpos e organizados. Como podem ser usadas ​​para criar filetes precisos, são facas muito eficazes para minimizar o desperdício.

Muitas facas de salmão também têm ondulações ou entalhes ao longo da superfície da lâmina, o que ajuda a impedir que o peixe cru grude na lâmina.

FACAS PARA VEGETAIS

Facas para vegetais: as opções essenciais para o dia a dia
Facas para vegetais: as opções essenciais para o dia a dia (| Ilustração: Catarina Moura/CLAUDIA)

Faca Santoku 

Uma das facas mais populares e úteis na cozinha, a Santoku é ótima para fatiar, cortar em cubos e picar com precisão. Muito utilizadas no Japão, seu país natal, essas facas têm lâminas longas e ligeiramente cônicas com um ponto de queda para permitir um trabalho de corte mais preciso. Eles geralmente têm ondulações ao longo da lâmina para evitar que os alimentos grudem na lâmina.

As bordas afiadas e retas e a terminação pontiaguda a tornam uma ferramenta eficaz no preparo de receitas com peixe cru. Entretanto, sua utilidade não se limita apenas ao peixe: as facas santoku também facilitam o trabalho dos vegetais. A lâmina grande e larga também pode ser usada para recolher e transportar alimentos picados após o corte.

Faca Nakiri

Às vezes chamadas de facas de legumes japonesas, as facas nakiri são versões menores e mais finas do cutelo. Elas têm uma forma retangular larga, reta e muito afiada.

Essas facas são excelentes ferramentas para picar vegetais e, por conta do formato, pode ser utilizada para cortar ingredientes diretamente na tábua, sem precisar balançar a lâmina para frente e para trás – em vez disso, basta abaixar a lâmina em um único movimento de corte. São ótimas ideais para cortar alimentos mais duros, como batata-doce ou abóbora.

Além disso, a lâmina plana e profunda as torna uma ótima opção para triturar vegetais maiores, como repolho ou alface. A borda afiada também pode ser usada para criar fatias bem finas e uniformes.

Faca para tomate

Pode até parecer um modelo dispensável no dia a dia, mas as facas de tomate são projetadas para cortar e fatiar esse ingrediente de forma perfeita, o que facilita muito a vida na cozinha. A borda serrilhada da faca corta a pele sem esmagar o interior macio, permitindo criar fatias limpas e uniformes.

Faca para descascar

A faca para descascar tem uma lâmina curta, rígida, ligeiramente curva e extremamente afiada. Assim como já diz o nome, essa faca é usada principalmente para descascar vegetais, batatas e frutas, e também é afiada o suficiente para cortar facilmente peles duras.

O interessante é que possuem lâmina rígida e cabos robustos e ergonômicos, que ajudam a evitar que a faca escorregue durante o processo, tornando tudo muito mais seguro.

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.