CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS
Denise Steiner Por DERMATOLOGIA A médica Denise Steiner é dermatologista, ex-presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia e doutora pela Unicamp

Acne adulta: por que acontece e o que fazer?

Problema está relacionado a alterações hormonais e estresse crônico e excessivo

Por Denise Steiner Atualizado em 17 mar 2022, 09h05 - Publicado em 17 mar 2022, 09h03

A acne está caracterizada pelo aparecimento de espinhas, cravos, poros abertos, nódulos e cicatrizes. Costuma aparecer na puberdade por causa das mudanças hormonais em pessoas com predisposição. É uma doença inflamatória, crônica, que perturba muito a autoestima. A acne adulta aparece após os 25-30 anos, tendo localização principalmente no queixo e pescoço. As lesões aparecem mais nessas regiões e não estão na testa ou bochechas.

Elas são inflamadas e doloridas, acompanhadas de mais oleosidade, mas sem cravos. Essas mulheres adultas, em geral, não tiveram acne na adolescência ou tiveram, mas já tinham melhorado. A acne da mulher adulta que tem essas características específicas em relação à idade e localização também compromete intensamente a autoestima.

Muitas vezes, essa mulher por volta dos 30 anos já é uma executiva importante e o aparecimento de espinhas faz com que ela volte a ter uma aparência de adolescente e, portanto, menos responsável. Ela pode estar associada a alterações hormonais como ovário policístico.

Se houver aparecimento da acne nessa idade e com essa característica é relevante fazer uma pesquisa de exames hormonais para buscar o diagnóstico correto. O estresse excessivo e crônico pode ser outro motivo do aparecimento da acne da mulher adulta. Quando estamos estressados, o cortisol pode ficar elevado e provocar outros desequilíbrios hormonais que favorecem o problema.

Como tratar

O tratamento é feito com medicamentos e mudança de alguns hábitos. Os medicamentos devem ser indicados pelo médico e podem ser relacionados a pílulas anticoncepcionais, espironolactona, isotretinoína e, eventualmente, antibióticos. Cada um desses medicamentos tem suas contraindicações e precisam ser acompanhados.

Continua após a publicidade

A dieta para tratamento da acne adulta deve ser anti-inflamatória, evitando os carboidratos e leite e derivados. O exercício físico é recomendado para liberação de serotoninas e diminuição do cortisol. O sono também precisa ser de boa qualidade, mantendo 6 a 7 horas de sono no mínimo.

Existem tratamentos à base de biofotomodulação que são ótimos. Nesse caso, são feitas sessões quinzenais ou mensais de luzes tipo LED que são precedidas do uso de medicamentos tópicos específicos. Esses medicamentos tópicos como o ácido aminolevulínico determinam o foco do direcionamento da luz do LED. Essas luzes podem ser azuis, para eliminar as bactérias, ou vermelha, que é anti-inflamatória.

O tratamento tópico associado ao skincare adequado é importante para resultados ideais. Peróxido de benzoíla, tretinoína, adapaleno, niacinamida, ácido glicólico, entre outros, são bem-vindos. Interação e empatia entre médico e paciente é muito importante na condução do tratamento da acne da mulher adulta.

O sucesso e melhora da pele serão atingidos.

Cuide-se. 

Continua após a publicidade

Publicidade