Diluir o shampoo com água: pode ou não pode?

Especialista explica se a prática realmente possui benefícios

Nos últimos tempos, uma nova tendência tomou conta do canal de youtubers e influenciadoras de beleza. Muitas delas ensinam um truque na hora de lavar os cabelos que promete deixar os fios mais sedosos e brilhosos. A dica consiste em diluir o shampoo num potinho com um pouco de água. Mas será que dá certo?

Para saber se diluir o produto na água pode prejudicar sua função, fomos a procura de especialistas no assunto. Afinal, diluir o shampoo com água: pode ou não pode?

Respondendo ao pé da letra: pode. Não há nada que proíba terminantemente a diluição do shampoo. Assim como não há nenhuma garantia de que isso influenciará nos efeitos do produto. “Não existe nenhum estudo médico ou científico que comprove que a diluição do shampoo reduz o impacto da química nos fios”, explica a Dra. Mayara Bravo, médica dermatologista da Clínica Karla Assed.

Então aquela ideia de que diluir o shampoo reduzirá o ressecamento causado pela lavagem é mito, pois os componentes que causam este efeito indesejado ainda estarão lá. No máximo, a prática é capaz de alterar a eficácia do cosmético.

“Ao acrescentar diluentes ao shampoo você pode alterar seu pH e diminuir seu poder de limpeza, mas o sulfato e os demais componentes ‘agressivos’ ainda podem causar danos aos fios, sobretudo os quimicamente tratados”, continua Bravo.

Assim, para quem quer evitar os agentes que causam o aspecto de cabelo seco, a recomendação é “procurar por produtos que tenham agentes detergentes menos irritantes que o sulfato ou os parabenos”.

“Hoje existem uma série de opções sulfate-free ou paraben-free no mercado, que possuem outros componentes responsáveis por realizar a limpeza dos fios, bem como linhas low e no poo“, indica a dermatologista.

Mas cuidado ao abolir de vez os ditos vilões. “O único problema de quem usa um produto sulfate-free é que, se a pessoa ‘expõe’ o cabelo a muitos resíduos, ou seja, se ela faz uso constante de produtos como leave-in ou shampoo a seco, o sulfate-free não vai ser suficiente para promover a limpeza do couro cabeludo – ele pode então ficar um pouco mais oleoso. Portanto, é muito importante procurar um dermatologista para traçar a estratégia adequada para recuperação dos fios.”

Leia também: 5 formas revolucionárias (e práticas) de pintar o cabelo

+ Você conhece a progressiva de chuveiro?

Siga CLAUDIA no Youtube