Burgundy: tendência de coloração para quem quer radicalizar

A cor faz a cabeça de famosas como Drew Berrymore, Lilly Collins e Kerry Washington

Faz tempo que o vermelho vem subindo à cabeça das mulheres, nas passarelas, nas séries, novelas e nas ruas. E o tom que anda causando nos últimos tempos é o Burgundy, um vermelho mais fechando, quase vinho.

“Existem diferentes tons de burgundy: desde o mais aberto até o mais fechado, tudo depende do estilo que você quer adotar”, fala Dany Monteiro, especialista em colorimetria do Espaço Bella, no Rio de Janeiro.

Leia mais: 100 dúvidas sobre cabelo respondidas 

A atriz Lily Collins

A atriz Lily Collins (Rich Polk/Getty Images)

Veja mais: Cream Soda: conheça o loiro do momento em Los Angeles 

Do vinho ao violeta

Os tons podem ser aplicados de diversas formas: fazendo mechas pontuais, tonalizando fios castanhos ou até adotando na cabeça toda.

“Para quem tem cabelo escuro e quer dar uma nuance sem descolorir, dá para usar a cor com um tonalizante no cabelo todo”, diz Dany. “Agora, se você é mais ousada, pode investir em mechas, simular um ombré hair nos tons de vermelho, vinho e violeta, chegando até ao alaranjado. O melhor é que a raiz pode se manter natural, para não haver a necessidade de retocar todo mês.”

Drew Berrymore também se arriscou no tom

Drew Berrymore também se arriscou no tom (CLAUDIA/Getty Images)

Leia também: Empodere seus cachos: 5 cortes incríveis para seu cabelo

Qual tom escolher

Mulheres de pele bem clara ficam bem com tons alaranjados. “As morenas e negras ficam melhor com vinho e violeta, mas nada impede de você brincar com as nuances”, fala Dany. O ideal é respeitar seu estilo! “Sugiro que cabelos longos tenham sempre um efeito iluminado com mechas, para que o look não fique pesado.” 

A atriz Kerry Washington

A atriz Kerry Washington (Larry Busacca/Getty Images)

Cuidados diários

Adotar fios vermelhos dá trabalho extra. “Você vai precisar hidratar com produtos específicos para fios coloridos e, a cada 15 dias, fazer uma matização para que a cor não desbote”, finaliza a especialista em colorimetria.