Bronde: coloração ilumina os cabelos castanhos de forma natural

Perfeito para quem quer clarear os fios sem aderir ao loiro

Para quem quer dar uma iluminada nos fios sem ficar loira, o bronde pode ser a coloração ideal.  “É uma técnica meio customizada, porque é feita com mechas muito finas da raiz às pontas e mechas mais grossas e intensas na parte interna do cabelo, o que confere um resultado iluminado mas muito natural, sem mudar muito o fundo de clareamento, ou seja, a mulher continua sendo morena”, explica o hair stylist Luiz Togoes, do salão Square by Romeu Felipe, em São Paulo.

Leia mais5 artistas que trocaram os fios loiros pelo cabelo escuro

Brown + blonde

O nome bronde vem da fusão de palavras em inglês brown (marrom) e blonde (loiro). O profissional faz uma análise de onde é preciso iluminar para conseguir esse efeito. “O profissional precisa intercalar reflexos em mechas muitos finas, que saem direto da raiz, e em mechas mais largas, que se misturam aos fios mais escuros, resultando em mais profundidade e volume ao cabelo”, diz Luiz.  

 Leia também: Penteados práticos para curtir os dias quentes

Perfeito para morenas, sem ser exclusivo

A técnica é ótima para quem não quer deixar de ser morena mas quer ter o cabelo iluminado, trazendo tons de dourado para os fios, sem mudar radicalmente. “Mas isso não quer dizer que as loiras não podem fazer. Para quem tem o fio mais claro e deseja reduzir o contraste do cabelo com a cor da pele, a técnica é bem legal.” O bronde pode ter muitos tons. “Os mais comuns são os marrons claros como tabaco, mel, caramelo, cappuccino e mocha”, conta. 

Baixa manutenção

Como o resultado é mais natural, essa técnica exige pouca manutenção. “No caso das morenas, usamos a cor natural como base. Já para quem é loira, aplica-se um fundo quente (marrom, por exemplo) à cor natural do cabelo”, diz Luiz. “O retoque pode ser feito até após quatro meses.”