Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Use cristais e pedras preciosas para dar um up na saúde e na beleza

Entenda tintim por tintim o que é a Cristaloterapia e conheça todo o poder dos minerais para o seu bem-estar.

Por Ketlyn Araujo - Atualizado em 16 jan 2020, 06h32 - Publicado em 21 out 2018, 11h00

Indicada para todo e qualquer tipo de pessoa, mas especialmente benéfica para aquelas que se encontram em um estado emocional crítico – angústia, tensão, estresse, dermatites e insônia são alguns dos sintomas -, a chamada Cristaloterapia, ou simplesmente terapia com cristais, é um método alternativo que consiste em equilibrar as energias do corpo como um todo, de maneira holística.

Fátima Santos, terapeuta no Espaço Kurma, explica que os cristais, atuam diretamente nos famosos chakras – importantes centros de energia capazes de regular nossa saúde em níveis mais sutis.

“Todos os organismos vivos possuem uma frequência vibratória, e os cristais têm o poder de entrar em sintonia com estes sistemas. Através da pureza de sua energia, reestabelecem a limpeza e fazem com que ela volte  a vibrar em um padrão harmônico”, conta, ao MdeMulher.

Como a terapia com cristais é feita, na prática?

Daniel Alan Costa, naturopata, acupunturista e fisioterapeuta especialista em Bases de Medicina Integrativa pelo Hospital Albert Einstein, de São Paulo, conta que existem diferentes maneiras de se trabalhar terapeuticamente com os cristais, sendo que a mais comum delas é pela disposição das pedras sobre o corpo, seja em áreas específicas a serem tratadas ou nos próprios chakras.

Profissionais como naturopatas, terapeutas integrativos, terapeutas holísticos e pessoas com formação específica em cristaloterapia são as mais cotadas para fazer esse tipo de tratamento, embora fisioterapeutas, psicólogos e enfermeiros convencionais também possam lançar mão dos cristais de cura associados a outras técnicas. O mais importante, aqui, é procurar por um especialista devidamente habilitado, que irá fazer uma avaliação personalizada e, a partir daí, indicar qual o melhor jeito de tratar suas queixas, sejam elas físicas, emocionais, mentais ou energéticas.

Continua após a publicidade

“Posso, ainda, usá-las [as pedras] como adorno, em forma de colares, brincos, anéis ou simplesmente andar com alguma destas preciosidades no bolso”, exemplifica Daniel. Além de, claro, usar os cristais para harmonizar ambientes, colocando-os em diferentes cômodos da casa, por exemplo.

Por falar em casa…

Dentro de casa os cristais são mais do que bem-vindos, e podem ser colocados em diferentes pontos do ambiente, com finalidades variadas. No quarto, por exemplo, pedras como a ametista, que trabalha a calma, podem ser colocadas na cabeceira da cama ou embaixo do travesseiro. Lápis lazúli, turquesa, quartzo azul e azurita também contribuem para o relaxamento. Já no quarto das crianças a pedra mais indicada é a angelita.

Para proteção logo na entrada da casa, a melhor opção é a turmalina negra, que impede que energias contrárias às do ambiente invadam aquele espaço. Já locais de trabalho e estudo pedem por pedras como a calcita laranja, olho de tigre, citrino e cornalina, que estimulam memória, foco e concentração.

Locais da casa reservados para orações e meditações ficam completos com o auxílio de pedras como a bornita, a galena e a ametista. Essa última, inclusive, também pode ser usada em forma de “elixir energético”: basta deixar a pedra por alguns minutos em um recipiente contendo a água que você irá tomar – só não se esqueça de retirá-la do copo quando for ingerir o líquido.

Cristaloterapia faz bem para a pele!

Como se não bastassem os benefícios já citados, investir na terapia com cristais pode fazer verdadeiros milagres também para a pele. Isso porque, como descreve Fátima, terapias como a dos cristais refletem na pele pois entram no conceito de Wellnes, ou seja, da beleza que vem de dentro para fora:

Continua após a publicidade

“Quando o organismo está equilibrado ele drena as toxinas com mais eficiência, e tudo flui melhor. É o que acontece quando uma pessoa faz [o tratamento com] cristais, ela alcança o equilíbrio, contribuindo para a saúde de todo o seu corpo e, consequentemente, para uma pele oxigenada e hidratada”, diz.

Daniel destaca, ainda, que de acordo com o sistema de energia criado pela medicina Ayurvédica, a saúde da pele tem tudo a ver com os chakras cardíaco (localizado no peito) e com o do plexo solar (que fica na região do aparelho digestivo do corpo).

“A irritação e o estresse são, segundo este pensamento, originados pelo acúmulo de energia nestes chackras, e sabemos que estas condições podem levar a doenças de pele como vitiligo, alergias e psoríase, por exemplo. Uma vez que harmonizamos a circulação de energias destes sistemas, naturalmente percebemos resultados positivos”, esclarece o profissional.

Por que cristais vêm fazendo tanto sucesso?

Para os especialistas, terapias alternativas como a cristaloterapia vêm despertando interesse por conta de uma busca cada vez mais constante por profissionais capazes de ouvir os pacientes de fato, compreendendo suas dores, angústias e anseios.

Junte a isso uma procura cada vez maior por tratamentos não invasivos, que tragam conforto e promovam benefícios de dentro para fora, inclusive prevenindo futuros problemas, e pronto! Eis aqui parte da população mundial consciente de que o organismo não é apenas um conjunto de células, mas um acúmulo de energia que também precisa ser preservada.

Continua após a publicidade

Se quiser potencializar ainda mais os efeitos da cristaloterapia, combine-a com práticas como o Reiki, uso de florais, aromaterapia, cromoterapia, meditações e massagens, capazes de melhorar quadros de ansiedade, insônia e estresse generalizado.

Guia de cristais: quais pedras usar e para qual finalidade

Existe uma infinidade de pedras e cristais que agem em benefício do nosso equilíbrio, sendo que alguns deles têm efeitos bem específicos. Conheça os principais e aprenda qual deles utilizar, de acordo com cada situação.

Água Marinha: traz a facilidade de expressão verbal e pensamentos, melhorando a capacidade de comunicação e a clareza da visão. Traz também a estabilidade e equilíbrio entre os níveis espiritual, mental e físico. É o talismã da sorte no matrimônio. Profissionalmente atua em cantores e locutores. Curas: trata todos os males dos órgãos da fala, das vias respiratórias.

Ametista: é a pedra da meditação e transmutação, do autodomínio e do relaxamento. Proporciona estabilidade e clareza de pensamentos, atuando como calmante e ajudando a integrar os sistemas do corpo.

Aventurina (também chamada de Quartzo verde): auxilia a manter os pés no chão, estimula a criatividade e simplifica a vida. Promove independência e equilíbrio emocional, acalmando o coração quando ele está confuso. Tem a capacidade de dissolver pensamentos e sentimentos não saudáveis, conforta corações atormentados e é recomendada para pessoas hipocondríacas.

Continua após a publicidade

Azurita: aumenta a capacidade de concentração, evitando dispersões. Limpa a mente e a alma e abre a visão interior, trazendo a percepção da verdadeira luz. Traz o subconsciente para o consciente e amplia, também, os poderes psíquicos e a assimilação dos sonhos. Atua no senso de responsabilidade. Trata de problemas de audição e visão.

Citrino: É um grande equilibrador emocional. Remove medos e aumenta a percepção psíquica. Recomenda-se seu uso no início de novos projetos, pois sua cor simboliza a energia do sol nascente,  do início de um novo dia, um novo ciclo. Tem a propriedade de anular a negatividade. Indicada no tratamento de todos os problemas do aparelho digestório, além de diabetes.

Lápis Lazúli: é a pedra do autoconhecimento, e estimula a mente, o senso de força, a vitalidade e a virilidade. Amplia o pensamento e, fisicamente, ajuda a combater inflamações e inchaços.

Malaquita: Trabalha a abundância e a prosperidade, trazendo a consciência do poder individual de realização e de cura. Absorve a radiação de equipamentos eletrônicos, como computadores e televisões. Trabalha na atenuação de dores de modo geral.

Pedra da lua: faz a conexão com a energia da lua e o aspecto feminino da natureza emocional. Ajuda a acalmar e equilibrar as emoções e hormônios. Indicada para alterações hormonais, climatério, tumores, fertilidade e doenças de mama. Traz o equilíbrio de alma e a manutenção da saúde.

Continua após a publicidade

Pedra do Sol: traduz a energia do lado masculino, representada pelo sol. Estimula a independência e a originalidade, controla medos injustificados e alivia o estresse, aumentando a vitalidade física. Recomenda-se a sua utilização combinada com a pedra da lua, para promover o equilíbrio entre o “eu masculino” e o “eu feminino”.

Pirita: ajuda no tratamento da depressão, liberta de medos e frustrações, reduz a ansiedade. Ajuda na realização de sonhos. Atrai riqueza, dinheiro, protege contra vibrações negativas e  facilita a realização de bons negócios.

Quartzo rosa: refere-se ao amor incondicional, o amor sem cobranças, sem culpas e sem mágoas – amor pelo universo e por si próprio, o autovalor e a autoaceitação. Gera calma e equilíbrio emocional através da sua suave energia. Traz à tona a essência amorosa, ensinando o valor do perdão e também da alegria de viver. Ativa o poder da autoestima.

Sodalita: seu nome é oriundo de sua composição química, o sódio. Conhecida como “pedra do estudante” e “pedra da sabedoria”, devido à sua capacidade de ajudar na memorização, fortalece a comunicação e a expressão criativa. Nos ajuda a sermos mais objetivos e menos críticos sobre os modos de lidar com a existência. Estimula a coragem e persistência. Pedra da sabedoria.

Turquesa: auxilia na clareza da comunicação e no equilíbrio da expressão emocional. Representa a paz interior e traz a energia do perdão, eliminando discórdias. Atua sobre o sistema respiratório e músculos da parte superior do tronco. Rejuvenesce a pele.

Continua após a publicidade

(Fonte: Daniel Alan Costa)

Publicidade