Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

O que você pode aprender com os cuidados com a pele da geração da sua mãe

Sempre há algo novo a aprender com ela. <3

Por Raquel Drehmer Atualizado em 16 jan 2020, 09h45 - Publicado em 30 ago 2018, 23h09

Cada fase da vida requer um tipo de cuidado com a pele: os princípios ativos mais poderosos mudam, as queixas dermatológicas também. Mas sempre há algo a aprender quando uma geração observa outra. Intercâmbio de conhecimentos ajuda todo mundo, sempre.

Conversamos com as médicas dermatologistas Emily Alvernaz Figueiredo (da Clínica Goa-RJ) e Leticia Ambrosano (da Cia. da Consulta) para saber o que quem hoje está nas primeiras etapas dos cuidados com a pele pode aprender com as mulheres mais maduras. Ou: o que você pode aprender com a forma como sua mãe cuida da pele.

Ter disciplina com a rotina de cuidados com a pele

“As mulheres mais maduras vão duas vezes ao dia para a frente do espelho e fazem a rotina de limpeza e tratamento, não importa o cansaço. Entre as mais jovens, a disciplina é um pouco menor, e é bem comum pular uma vez ou outra”, diz Leticia.

Lembre-se: é importante respeitar a rotina de lavar, tonificar, hidratar e tratar a pele de manhã e antes de dormir, para que ela esteja sempre saudável.

Hidratar a pele diariamente

As mulheres mais maduras cuidam da hidratação da pele diariamente para reparar estragos do tempo ou para manter bela a pele que já está tratada. As mais novas, até por terem a pele ainda bem lisa e com tendência à oleosidade, costumam deixar o hidratante de lado.

Não deveriam, pois mesmo quem tem pele oleosa deve hidratar a pele. Existem produtos para todos os tipos de pele nas prateleiras das farmácias; converse com um/a dermatologista e escolha o ideal para o seu caso.

“A hidratação na pele jovem é importante para a prevenção do envelhecimento precoce, de manchas e de outros problemas que podem surgir mais lá para a frente”, alerta Emily.

Retirar a maquiagem antes de dormir

Emily observa que é muito mais frequente mulheres jovens dormirem maquiadas do que as maduras. Este hábito pode causar inflamações na pele que levam à acne (devido à obstrução dos poros) e até queda dos cílios (se a máscara irritar a região da pálpebra).

Continua após a publicidade

A dermatologista recomenda o uso de pelo menos lenços demaquilantes e água micelar para remover a maquiagem quando a preguiça bater forte demais. “Não é o ideal para todas as noites, mas é melhor do que não tirar nada”, pondera.

Trocando em miúdos, é um quebra galho. Pode recorrer ao esquema de emergência de vez em quando, mas procure criar o hábito de remover a maquiagem com os produtos adequados.

Ser fiel aos bons produtos de beleza

Quando a mulher ainda está descobrindo a melhor maneira de cuidar da pele, tende a abandonar um produto que está em uso e substitui-lo por alguma novidade que chegue fazendo barulho. É bom experimentar, mas com moderação – como fazem as mais maduras.

Leticia explica que a fidelidade aos produtos a que a pele responde bem é importante, porque a rotina de cuidados é um processo constante, de resultados cumulativos.

Só troque se notar que os efeitos já não são mais os mesmos ou se o/a dermatologista recomendar a mudança.

Estimular a produção de colágeno na pele

A partir dos 30 anos, a produção de colágeno pelo organismo cai 1% ao ano. Passa a ser interessante, então, estimular essa produção com cremes à base de princípios ativos como o ácido retinoico, a hidroquinona e antioxidantes como a vitamina C.

Mas não é necessário esperar o estrago aparecer para agir. As duas dermatologistas defendem que a manutenção do colágeno comece na casa dos 20 anos, como prevenção.

“É como se fosse a criação de um ‘banco de colágeno’, ou seja, acumular colágeno agora para chegar lá na frente sem uma perda tão acentuada”, esclarece Leticia. Emily concorda e complementa: “A estimulação da produção de colágeno antes de ele fazer falta é uma boa estratégia para não precisar de procedimentos estéticos tão cedo. Os preenchimentos podem ser adiados se esse cuidado for tomado”.

Continua após a publicidade
Publicidade