Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Saiba como lidar com a ansiedade de final de ano

Por causa da correria, os níveis de ansiedade ficam nas alturas nesta época. Saiba driblar tudo isso e preserve sua saúde

Por Raquel Maldonado (colaboradora) Atualizado em 14 jan 2020, 23h43 - Publicado em 14 dez 2014, 06h00

Fim de ano é uma tortura para quem sofre de ansiedade. Comprar lembrancinhas para todo mundo, deixar a casa um brinco para receber os convidados, ter pique para ir a todas as confraternizações da firma e da escola dos filhos… “Essas situações trazem desconforto para as pessoas de uma forma geral, mas especialmente para quem já é tenso por natureza. A rotina alterada e a falta de planejamento transformam situações simples em desafios para o controle da ansiedade”, afirma a psicóloga Cristiane Pertusi. Não é à toa que um estudo norte-americano mostrou que o nível de estresse aumenta 75% em dezembro. Saiba por que isso acontece e aprenda a não cair nessa armadilha!

9 dicas para não pirar com as loucuras dessa época

1. Faça o bem

Esta época do ano é ótima para colocar em prática alguma ação de solidariedade, como entregar presentes de Natal em comunidades carentes. Fazer o bem aumenta nossa satisfação pessoal e autoestima e alivia a ansiedade.

2. Planeje, mas sem excessos

É possível (e muito útil) programar as compras de Natal e tarefas típicas de fim de ano com antecedência, mas lembre-se de que existem outras coisas acontecendo. Faça uma lista de prioridades, seja realista e admita que alguns planos podem furar. “Pessoas muito ansiosas têm dificuldade de se concentrar no presente, estão sempre preocupadas com o futuro. É preciso se conscientizar disso e relaxar, aproveitar melhor o momento”, ensina Cristina.

3. Pegue leve com os erros

Não seja tão negativa no balanço do ano que passou. Obviamente muita coisa que havia planejado deu errado, mas seguramente outras tantas que você nem tinha imaginado aconteceram. “Se alguns sonhos não se realizaram, reflita em que poderia ter agido de outra forma”, sugere a coaching Madalena Feliciano, diretora executiva da IP Coaching Careers. Pense no que dá para ser diferente em 2015.

4. Controle os gastos

Cuidado com os excessos nas compras. Quer presentear todo mundo? Então, vá de lembrancinhas! Se a festa será na sua casa, não há mal algum em pedir aos convidados que levem bebidas ou alguma sobremesa. Afinal de contas, dá uma ansiedade danada entrar o ano já com as contas no vermelho!

Continua após a publicidade

5. Não queira fazer tudo sozinha

Tudo bem que você gosta de estar à frente da decoração, do menu, das últimas compras, mas saiba que é impossível fazer tudo isso sem ajuda. Para que chegue ao fim de dezembro com saúde e consiga aproveitar as festas, divida as responsabilidades e delegue tarefas. Seu marido pode dar aquela força na cozinha e as crianças vão adorar ajudar na decoração.

6. Devagar com as promessas

Não estipule metas muito rígidas para o próximo ano. O segredo é traçar objetivos possíveis e não querer fazer tudo já nos primeiros meses de 2015. Estabeleça metas de curto, médio e longo prazos e coloque no papel, em detalhes, como pretende alcançá-las. “Ao fazer isso, é possível ter em mente os recursos necessários para cumprir seus planos. Isso ajuda a aliviar a tensão”, aconselha Cristiane.

7. Diga “não” mais vezes

Segundo Cristiane, essa palavrinha mágica abre as portas da felicidade pessoal e traz bem-estar. “Tendemos a acumular funções e atividades. O ‘não’ é um limite entre a felicidade e o excesso de peso nas costas. É preciso assumir o que se pode fazer e deixar a perfeição de lado. A melhor parte dessa época do ano, afinal, está nos sentimentos e nos pequenos prazeres, e não em reproduzir um cenário de comercial de TV”.

8. Procure manter sua rotina

Para os muito ansiosos, sair da rotina, mesmo que por poucos dias, é perturbador. Se você costuma caminhar toda manhã, gosta de dormir cedo e adora fazer a unha de sexta-feira, procure manter esses hábitos, mas leve na esportiva se algo fugir do planejado. Em janeiro a vida volta ao normal!

9. O mundo não acaba no dia 31!

Você não precisa correr até a última semana deste mês, como se não houvesse amanhã. Não deu tempo de lavar as cortinas ou de mandar arrumar o sofá? Faça isso com calma quando a loucura do fim do ano passar e depois que voltar das merecidas férias!

Continua após a publicidade
Publicidade