Estudo que vem sendo feito há 75 anos, em Harvard, revela o segredo para uma vida feliz

Embora a maioria das pesquisas mostre que dinheiro é um dos fatores de peso, o resultado deste projeto mostra que não é bem assim. Vem ver!

O que faz você feliz? Ficar com a família, sair com os amigos, namorar, brincar com os filhos, trabalhar, viajar, dinheiro…. a lista de possíveis respostas é imensa, mas um estudo de Harvard – que vem sendo feito há 75 anos, diga-se de passagem –  chegou a conclusão que o que mais faz as pessoas suspirarem de felicidade é a força do relacionamento com a família, amigos e cônjuges. Simples assim!

O atual diretor do estudo, Robert Waldinger, contou, recentemente, em uma palestra da TED, algumas das mais surpreendentes descobertas ao longo de todos esses anos. Veja aqui algumas:

  • Quando os pesquisadores analisaram, cuidadosamente, pessoas e casais, eles descobriram que o que mais influenciava a saúde e o bem-estar era o relacionamento com os amigos e, principalmente, com os cônjuges.
  •  Pessoas em relacionamentos estáveis e laços fortes seriam menos propensos a doenças crônicas, problemas de memória e até mentais.
  • O fator mais forte e que mais faz as pessoas se sentirem bem nos relacionamentos não é estar em harmonia o tempo todo e sim quando percebem que podem, de fato, contar com o outro.
  • Brigas e desentendimentos familiares são fatores de peso que detêm rancor e causam mal-estar entre as pessoas.

E que conselhos, afinal, uma pessoa que estuda a felicidade há tanto tempo pode nos dar?

“Algo tão simples como substituir o tempo que passamos conectados (com aparelhos eletrônicos como tablets, computador e smartphones) por tempo com as pessoas. Animar uma relação duradoura com longas caminhadas ou noitadas. Ir atrás daquele membro da família que você não fala há anos”, diz Robert Waldinger.