Conheça o projeto que troca tarefas grátis entre mulheres

Sueide Kintê resolveu oferecer uma hora por dia para tomar conta de crianças ou trançar o cabelo de outras mulheres, nascia o projeto #MaisAmorEntreNós.

A soteropolitana Sueide Kintê, 30 anos, colocou em prática o significado de sororidade (união e solidariedade entre mulheres): “Muitas estão sozinhas e precisam de ajuda prática para crescer”.

Leia mais:  Michele, personagem de Taís Araújo em “Mister Brau”, dá aula sobre feminismo negro. 

Em abril passado, no Facebook, ela resolveu oferecer uma hora por dia para tomar conta de crianças ou trançar o cabelo de outras mulheres. Nascia assim a hashtag #MaisAmorEntreNós, para trocas entre quem quer ensinar ou aprender a dirigir, montar currículos, escrever… Há também quem ofereça massagens, faxinas, consultas médicas e abrigo para vítimas de violência doméstica.

Veja também: 55% da população acredita que feminismo é o contrário do machismo.

O compartilhamento inspirou grupos país afora. Alguns alcançam 100 mil internautas. Em 2017, Kintê lançará um aplicativo com esse espírito. Ao buscar determinada palavra-chave, a usuária descobrirá quem está perto e poderá prestar o serviço de que ela necessita. “A mulher dá sempre um jeito. Se juntarmos esforços, fica tudo melhor”.

Leia mais: Conheça a Capitolina: uma revista teen que fala sobre aceitação e feminismo.