Casal combina roupas há mais de 37 anos e faz sucesso no Instagram

O sucesso do casal começou graças a inciativa da filha do casal de idosos

Tsuyoshi, 61 anos, e Tomi Seki, 60 anos, atraíram mais de 700 mil seguidores desde que começaram a postar fotos em um perfil de Instagram usando roupas combinando. A fofura da ideia do casal de idosos e das fotos postadas por eles logo atraiu seguidores do mundo todo.

O perfil recebeu o nome de @bonpon511 e foi criado em 2016. Nele, o casal posta, todos os dias, combinações de roupas que são criadas por eles mesmos. As fotos são tiradas de um celular, com auxílio de um tripé, e transmitem como os dois são apaixonados e gostam do que fazem.

O nome do Instagram do casal japonês é uma combinação do apelido de criança de cada um ela é Pon e ele é Bon com o dia do aniversário de casamento deles, 11 de maio. Em todas as publicações, o casal investe no uso de hashtags próprias, como #over60 (acima de 60) e #greyhair (cabelo grisalho), para aumentar o alcance do post.

Todo o sucesso dos dois surgiu graças à iniciativa da filha deles. “Ela tirou uma foto nossa e postou em sua conta do Instagram. Ela recebeu muitos comentários e então sugeriu que nós de criarmos uma conta nossa”, contou Tomi ao The Guardian. 

No próximo mês, o casal irá lançar uma coleção de roupas e acessórios, em colaboração com um designer, para uma loja de departamento japonesa.

Tsuyoshi e Tomi sempre tiveram gostos semelhantes para escolher roupas. Mas foi através da rede social que eles planejaram melhor a combinação dos looks. Os dois nunca deixam de compartilhar a escolha do visual do dia.

Confira algumas fotos do casal:

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Casal que combina roupas

 (@bonpon511/Instagram)

Leia também: Como colocar música nos Stories do Instagram

Ela achou que estava infértil após quimio, mas deu à luz 1 ano depois

Vote e escolha as vencedoras do Prêmio CLAUDIA