Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Fim de ano: dicas interessantes para não fugir da dieta

Com as festas aumentando, o happy hour da firma e as férias se aproximado, é comum extrapolar um pouco nas besteiras... Mas sem crise!

Por Gabriela Maraccini - Atualizado em 17 fev 2020, 10h41 - Publicado em 23 dez 2019, 15h19

No final de ano, é comum fugir um pouco da dieta e acabar exagerando na alimentação. Afinal, é a época em que a empresa faz festas de confraternização, os amigos querem se reencontrar em um happy hour e a família se reúne para o tão esperado banquete de Natal.

Mas e quem está fazendo dieta? Como se controlar para não fugir totalmente do objetivo, seja ele qual for? Sem dúvidas, não será preciso negar os convites para esses momentos especiais. Uma vez que, depois de um longo ano, um encontro com os amigos e um pouco de lazer são merecidos, não é mesmo?

Pensando nisso, a nutricionista Luana Silva listou algumas dicas importantes para não fugir da dieta no final do ano. (E se fugiu, como voltar a rotina normal, sem desesperos). Confira!

Não vá ao Happy Hour de estômago vazio

Antes de sair com os amigos, procure fazer um lanche leve, como uma fruta, cereais ou sanduíche natural. Dessa forma, você diminui a fome e controla a vontade de comer alimentos mais gordurosos e menos nutritivo.

Continua após a publicidade

“Quando você está com fome, o incentivo para escolher alimentos gordurosos e mais calóricos que estão nos cardápios é muito maior”, explica Luana.

Você ainda pode optar por alimentos que aumentam a saciedade e que são fontes proteicas, como iogurtes, queijos, ovos, leguminosas e carnes. “Claro que tudo sem exageros”, reitera a nutricionista. “A proteína fornece maior saciedade, pois é digerida de forma mais lenta.”

Prefira petiscos mais leves

Você foi chamada para um bar com os amigos logo depois do trabalho e não deu tempo de comer antes. O que deve fazer?

“Escolha sempre salgados assados, em vez de fritos. Se tiver opções de entradinhas, prefira aquelas que têm saladas ou legumes, ou algum patê ou queijo”, orienta Luana. “Muitos bares têm como petiscos as oleaginosas, como as castanhas, nozes, pistache. Mas evite os amendoins, que são muito salgados. Uma boa opção também são os queijos. Quanto mais branco, melhor. Evite os amarelos por serem muito gordurosos!”

Continua após a publicidade

Fermentados ou destilados?

É claro que nessas saidinhas nos deparamos com várias opções de bebidas alcoólicas, como cervejas, caipirinhas, batidinhas e outros drinks. Mas será que algum deles é pior ou melhor do que o outro?

Segundo Luana, não. “Qualquer bebida alcoólica é calórica e pode atrapalhar o processo de emagrecimento”, explica. “O ideal é sempre moderar e consumir o mínimo possível.”

Para se ter uma ideia, uma lata de cerveja tem, aproximadamente, 150 calorias, enquanto um copo de caipirinha com açúcar tem 250 calorias.

“O que eu indico é sempre moderar o consumo de bebida alcoólica, intercalando um copo de cerveja ou drink com um copo de água, por exemplo. E se puder, sempre tente diluir a bebida (destilada, nesse caso) com gelo”, orienta Luana.

Continua após a publicidade

Além disso, evite misturar bebida alcoólica com frituras. “O resultado imediato o consumo excessivo de frituras e bebida alcoólica, além de aumentar seu peso na balança, são desconfortos gástricos como azia e gastrite, surgimento de acne, diarreia, inchaço e mal estar”, aponta.

Depois do “pé na jaca”, nada de desespero

Extrapolou no final do ano? Nada de desespero e nem de desistir da dieta. Volte com tudo no dia seguinte, se alimentando com comidas leves, naturais e bebendo muita água.

Além disso, Luana também indica tomar um suco detox. “Eles são excelentes após comer muitas besteiras, mas eles só funcionam se houver um consumo rotineiro”, explica a nutricionista.

Os sucos detox auxiliam o organismo a eliminar as toxinas, aliviando o inchaço e melhorando desconfortos abdominais, segundo a profissional. Para isso, eles devem ser feitos com alimentos funcionais, como couve, salsão, gengibre, laranja, maçã, beterraba, abacaxi, hortelã, água de coco, etc.

Continua após a publicidade

“O ideal é sempre escolher uma verdura ou legume, uma fruta, um fator termogênico e refrescante”, afirma Luana. Ela ainda deixa uma sugestão de suco detox para você fazer em casa:

  • 1 beterraba;
  • 1 cenoura;
  • 1 maçã verde;
  • 150 ml de água
  • Bata todos os ingredientes e consumo em seguida. Não é necessário coar!

Leia também: Adolescente fica cego por excesso de batata frita

+ Número de cirurgias bariátricas entre jovens cresce mais de 200% neste ano

PODCAST – Como consumir menos, de forma consciente e inteligente

Publicidade