CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Os 12 erros que mais prejudicam a saúde e a beleza da sua pele

Os vilões vão do hábito de dormir maquiada à temperatura da água do banho, passando pelos produtos que você usa na pele e pela sua alimentação

Por Raquel Drehmer Atualizado em 16 jan 2020, 14h44 - Publicado em 3 Maio 2018, 09h00

Já disse Lao Tsé, em uma citação que se tornou famosa por ter entrados nos diálogos de “O Poderoso Chefão 2”, que é bom manter os amigos perto e os inimigos mais perto ainda. Assim, sempre será possível ajudar e contar com a ajuda de quem gosta de você e também se precaver contra o que possam estar tramando contra você.

Dá para adaptar o ditado aos cuidados com a pele. Adotar rotinas de limpeza e tratamento é importante para mantê-la saudável e bela, assim como é essencial conhecer os principais vilões que a prejudicam. Sem entender quais são os erros nos hábitos dermatológicos, você pode cometê-los inocentemente – e depois terá que correr para corrigir os danos.

Conversamos com as médicas Cinthia Orasmo (especialista em dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia – SBD – e pós-graduada em dermocosmiatria pela Faculdade de Medicina do ABC) e Lilian Delorenze (também especialista em dermatologia pela SBD e fellow em dermatologia geral e cosmiatria pelo John Hopkins Hospital, de Baltimore-EUA) sobre os principais erros que prejudicam a saúde e a beleza de sua pele. Fique atenta e, caso cometa alguns deles, já os risque de seu dia a dia.

Dormir maquiada

Este é o principal e mais comum erro que nós, mulheres, cometemos em relação à saúde da pele. O cansaço, a correria, o fato de ter que acordar muito cedo no dia seguinte… Tudo é motivo para encostar o rosto maquiado no travesseiro.

O problema é que a pele maquiada não consegue respirar e os poros vão ficando gradativamente entupidos. Em curto prazo, surgem espinhas e cravos. Em médio prazo, a pele apresenta oleosidade contínua. Em longo prazo, a renovação celular é comprometida e começa o envelhecimento precoce da pele.

Então deixe o cansaço/preguiça de lado, separe uns minutinhos do seu fim de noite e limpe o rosto direitinho antes de dormir. No próximo item explicaremos como.

Não seguir uma rotina diária de limpeza, tonificação e hidratação

Se não houver um cuidado constante com a pele, ela fica cheia de impurezas (como a poluição, que se instala nos poros sem a menor cerimônia) e oleosidade, resultando em um aspecto desagradável e no surgimento de cravos, espinhas e marcas.

Por isso, toda pessoa precisa cuidar da pele pelo menos duas vezes ao dia: uma de manhã e uma à noite. Neste cuidado diário é feita a rotina de limpeza, tonificação e hidratação.

O ideal é limpar a pele com sabonete, espuma ou gel, em seguida tonificar com adstringente ou água micelar e, por fim, aplicar um hidratante. Todos os produtos devem ser adequados ao seu tipo de pele.

Tomar banhos muito quentes

Água muito quente no banho tira a oleosidade natural – e necessária – da pele germi_p/ThinkStock

No chuveiro ou na banheira, a água muito quente resseca a pele, tirando-lhe a oleosidade natural e a deixando mais suscetível a irritações e alergias. A temperatura ideal para a água do banho é morna, em torno de 37°C, que é a temperatura de nosso corpo.

Outro detalhe: é bom que os banhos não sejam muito demorados, também para evitar a perda da oleosidade de defesa da pele. Em 10 minutinhos é possível limpar o corpo e os cabelos e sair relaxada do banheiro sem prejudicar a pele.

Usar produtos de beleza que não sejam para seu tipo de pele

Quem tem a pele oleosa não precisa de mais hidratação, assim como a pele seca não demanda cremes e geis que lhe retirem a oleosidade. A pele oleosa precisa ter o óleo e o brilho reduzidos, enquanto a seca precisa de hidratação e a mista demanda cuidados diferentes na zona T (testa, nariz e queixo) e no restante do rosto.

É pensando nisso que são desenvolvidos produtos de beleza específicos para cada tipo de pele. E não faz sentido usar um produto que funcione super bem para uma amiga se a pele dela é oleosa e a sua, seca.

Se você não souber exatamente qual é seu tipo de pele, consulte-se com uma dermatologista para desvendar e só use sabonetes, cremes, loções, géis e tudo mais que tenha sido formulado para o seu caso.

Expor a pele aos raios UVA e UVB sem o uso de um protetor solar

Os raios ultravioletas do sol – UVA e UVB – prejudicam a pele de diferentes maneiras. O UVA é o responsável pelo envelhecimento precoce da pele, pelas manchas e também o responsável por doenças sérias como o câncer de pele. Já o UVB é o que causa vermelhidão e o posterior surgimento de cicatrizes.

Continua após a publicidade

A melhor forma de prevenir todos esses males é usando protetor solar diariamente. E mesmo no inverno, porque o UVA e o UVB continuam atuando no frio. Quem deixa o filtro solar de lado se dá mal e prejudica demais a pele e a saúde como um todo.

Compartilhar pincéis de maquiagem com amigas

Cada uma com o seu: os pincéis de maquiagem compartilhados podem passar impurezas e bactérias de pele para pele Deagreez/ThinkStock

Você pode amar sua melhor amiga e ela pode ser a pessoa mais asseada do mundo, ou então você pode ser a pessoa mais preocupada com a higiene pessoal que já existiu no planeta. Mas tanto a pele dela quanto a sua têm impurezas e bactérias que podem ser passadas de pele para pele por meio de pincéis de maquiagem. E elas podem resultar em doenças de pele, como a acne.

Então fica combinado assim: vocês podem se maquiar juntas para sair, podem trocar dicas e seguir os mesmos tutoriais de make, mas cada uma com seu jogo de pincéis. O mesmo vale para os retoques de pó compacto e blush na balada; cada uma com seus acessórios.

Beber pouca água

Oleosa, seca, mista ou normal, a pele fica desidratada e ganha linhas de expressão se não for hidratada de dentro para fora, ou seja, se você não beber água suficiente.

Para manter o viço e a saúde da pele, o recomendado é ingerir dois litros de água por dia.

Fumar

É sabido por todas as pessoas do mundo que fumar não traz nenhum benefício à saúde, mas entendemos que abandonar o vício pode ser bem difícil. Então aí vai mais um estímulo para largar os cigarros: fumar prejudica demais a saúde e a beleza da pele.

Elementos como o tabaco e a nicotina dificultam a circulação sanguínea e a chegada dos nutrientes às camadas da pele. Além disso, eles retardam a produção de colágeno, favorecendo a flacidez no corpo e no rosto e o surgimento de rugas.

Beber muita bebida alcoólica

Fumar e beber: combo do mal para a saúde e a beleza da pele KatarzynaBialasiewicz./ThinkStock

Assim como os cigarros, as bebidas alcoólicas afetam a circulação sanguínea e a produção de colágeno. E ainda trazem o péssimo adicional para a pele de dificultar a cicatrização, o que pode fazer com que espinhas demorem muito mais a secar ou deixem cicatrizes.

Um chopinho aqui, um vinho ali, tudo bem. Mas sem exagero, para não comprometer a saúde como um todo nem a aparência da pele, ok?

Comer mal

Alimentos muito gordurosos e calóricos, cheios de açúcar e sódio, são inflamatórios e podem agravar ou propiciar casos de acne.

Para ter mais chances de ter a pele sempre saudável e bonita, invista em uma alimentação balanceada e nos alimentos antioxidantes, como as frutas vermelhas, as frutas cítricas, o azeite de oliva, a aveia e a linhaça.

Dormir pouco

Quando as pessoas de pele boa dizem que vão dormir cedo para garantir seu sono de beleza, elas não estão brincado. Quem dorme mal tem mais riscos de desenvolver linhas de expressão e rugas precocemente.

É que durante o sono o organismo desintoxica e recupera os tecidos, as células da pele produzem colágeno e se renovam, a melatonina (hormônio antioxidante que combate os radicais livres e retarda o envelhecimento precoce da pele) é produzida. Quanto mais curto o descanso, menos tempo há para executar essas funções.

Espremer cravos e espinhas

Cutucar e espremer cravos e espinhas abre caminho para as infecções se espalharem pela pele e também para o surgimento de marcas e cicatrizes decorrentes da agressão causada pelas unhas na pele.

É tentador? Super! Devemos resistir? Demais!

Consulte uma dermatologista para aprender a se livrar de cravos e espinhas sem traumatizar sua pele.

Continua após a publicidade
Publicidade