CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 14,90/MÊS

É melhor diminuir a carga horária depois dos 40 anos, diz estudo

Segundo uma pesquisa australiana, depois dessa idade, trabalhar mais de 27 horas semanais pode ser prejudicial à mente

Por Redação CLAUDIA Atualizado em 28 out 2016, 14h37 - Publicado em 8 ago 2016, 18h15

Trabalhar é um ótimo estímulo para o nosso cérebro, mas passar muitas horas por semana nesta mesma atividade pode sobrecarregá-lo. Segundo um estudo da Faculdade de Negócios & Economia da Universidade de Melbourne, na Austrália, é melhor diminuir a carga horária depois dos 40 anos. Ao testar mais de 6500 australianos, com 4 décadas ou mais, os pesquisadores chegaram à conclusão de que trabalhar até 27 horas por semana é o ideal para mulheres, enquanto que os homens poderiam trabalhar até 30 horas para manter uma mente saudável.

“Trabalhar em tempo integral, ou seja, 40 horas por semana, é melhor do que não trabalhar nada em termos de manter as funções cognitivas, mas esse tempo não maximiza os efeitos positivos do trabalho”, explicou ao The Guardian o professor Colin McKenzie, um dos autores do trabalho. A pesquisa indica ainda que trabalhar 60 horas por semana pode ser tão prejudicial para as nossas habilidades cognitivas – como atenção e memória – que seria pior do que não trabalhar uma hora sequer. 

Divulgação
Divulgação

Publicidade